A alergia é uma resposta exagerada do nosso corpo quando entra em contato com determinadas substâncias provenientes do exterior.

As substâncias capazes de causar uma reação alérgica são conhecidas como substâncias alérgicas ou, simplesmente, alérgenos.

É no sistema imunitário, ou sistema de defesa do organismo humano, no qual se enquadra a alergia. Este sistema é constituído por um conjunto de células que encontramos tanto circulando pelo sangue como fazendo parte de vários órgãos. Sua missão é fundamental: reconhecer a entrada em nosso corpo de elementos estranhos e organizar a defesa contra eles. Isto se conhece como resposta imunitária. Graças a ela o nosso sistema imunitário reconhece os vírus ou bactérias, agentes de fora do nosso organismo, como causadores da infecção. Caso contrário, qualquer infecção que sofremos ao longo das nossas vidas (uma gripe ou um resfriado) poderia ter consequências fatais ao não encontrar resistência à sua progressão.

Todos estão expostos a muitas destas substâncias e, no entanto, a maioria de nós convive com elas sem problemas: pode comer amendoim e ovos, pode ser tratado com penicilina, se precisar… A reação imunológica que o organismo produz contra estas substâncias é de baixa intensidade e não a percebemos.

Uma vez que o sistema imunitário se encontra amplamente distribuído no nosso organismo, não é de estranhar que as reações alérgicas sejam capazes de provocar transtornos muito diferentes, dependendo do lugar onde se produz a reação:

  •  Aparato Digestivo: diarréia, dor abdominal.
  •  Olhos: conjuntivite (vermelhidão e coceira).
  •  Nariz: rinite (prurido e secreção de muco aquosa).
  •  Pele: urticária (urticária e comichão) ou eczemas.
  •  Pulmão: asma (obstrução dos brônquios).

Para saber mais sobre as alergias, os seus tipos, seus sintomas e suas formas de tratamento leia mais artigos sobre o assunto.