Ao longo do tempo a pele perde a firmeza e elasticidade, dando lugar ao aparecimento de rugas e aumento da fraqueza muscular. Isto ocorre devido à perda de colágeno no nosso organismo, uma substância natural chave para a saúde da nossa pele.

O Que é Colágeno?

Trata-se de uma proteína localizada entre a epiderme e os músculos, cuja principal função é a de manter a firmeza da pele e da musculatura. É a proteína mais abundante no nosso corpo, e é composta por cadeias de aminoácidos que proporcionam resistência e flexibilidade para os tecidos do organismo.

Além disso, é uma substância essencial para a força dos ossos, ligamentos, tendões e cartilagens. Também afeta o bem-estar dos vasos sanguíneos, córneas, gengivas, dentes e couro cabeludo.

A porcentagem dessa proteína sofre uma deterioração significativa ao longo do tempo, que começa a ser perceptível a partir dos trinta anos. E, a partir dos quarenta anos, produzimos a metade do colágeno do que na adolescência, causando o envelhecimento da pele e uma grande perda de flexibilidade do tecido.

A redução no volume dos lábios, pálpebras e bochechas é um dos efeitos mais desconfortáveis da diminuição de colágeno no organismo, algo que o mundo da cosmética tem usado para lançar uma série de produtos compostos por esta substância.

Portanto, a maioria dos tratamentos e produtos dermatológicos contém colágeno, pois são bem conhecidos os muitos benefícios que fornece à pele. Cremes, máscaras, géis, sabonetes… Existem muitas possibilidades que nos oferece hoje em dia o mercado para combater a idade.

Diz-se que devem ser aplicados a partir dos 25 anos, para evitar o envelhecimento prematuro. No entanto, existe uma grande diversidade de opiniões a respeito desta teoria, já que outros especialistas acreditam que o uso desses produtos em uma idade tão jovem, pode fazer com que a pele se acostume muito rapidamente à aplicação externa de colágeno e o organismo reduza assim a sua criação natural.

Leia também: “Recuperar Colágeno: Como Restaurar o Colágeno na Pele para Ficar Sempre Jovem“.

Para Que Serve o Colágeno?

Uma das grandes qualidades do colágeno é que é compatível com todos os tipos de pele, embora no mercado possamos encontrar produtos adaptados a todas as características: pele oleosa, sensível, seca… Essa proteína natural tem total compatibilidade com as células da pele.

Sua finalidade principal é renovar os tecidos e fortalecer a capacidade de hidratação e retenção de água dentro das células. Todo este processo tem um efeito visível sobre a pele, evitando assim o aparecimento excessivo de rugas.

Mas o colágeno não apenas é utilizado com funções estéticas, mas é normalmente utilizado em diversos tipos de cirurgia. Por exemplo, é de grande ajuda em casos de reconstrução óssea, destacando o seu trabalho no campo odontológico e ortopédico.

É essencial não apenas o uso de cosméticos com este composto, mas também devemos produzir o colágeno a partir do interior do organismo. Isto é possível fazer graças ao consumo de alimentos ricos nessa proteína. Entre eles encontramos os peixes, frango, soja, carne vermelha e gelatina sem açúcar.

A vitamina C também é muito influente na formação de colágeno, por isso devemos introduzi-la em nossa dieta. As frutas cítricas, kiwi, tomate e diferentes tipos de vegetais são ricos nesta vitamina.

E não apenas devemos nos concentrar nos benefícios do colágeno no rosto, mas também devemos considerar as suas outras funções. Por exemplo, ajuda a manter a pele ligada aos músculos, evita a flacidez do corpo, especialmente no abdômen, braços e pernas.

Também ajuda a curar feridas e por favorecer a elasticidade, ajuda o corpo a se recuperar após o exercício. Fortalece os ossos, articulações e unhas, e diminui a dor em casos de gota, inchaço, rigidez, artrite e artrose.