O frizz é um dos problemas de beleza mais comuns das mulheres. Faz com que o cabelo se veja frisado, crespo e antiestético, especialmente nos dias chuvosos.

Uma das principais causas deste inimigo é a falta de hidratação, de ácidos graxos essenciais, de proteínas ou mechas extremamente longas.

Remédios Caseiros Para o Cabelo Com Frizz:

  • Misture uma xícara de maionese com a polpa de meio abacate. Aplique em todo o cabelo, e deixe descansar por meia hora, envolvendo uma bolsa ou saco plástico, e por cima uma toalha quente e úmida. Lave como de costume.
  • Integre uma xícara de leite de coco com duas colheres de sopa de mel orgânico. Adicione duas colheres de sopa de azeite de oliva e, se preferir, também um abacate reduzido a purê. Aplique como uma máscara, e enxague bem.
  • Esmague uma banana madura até obter um purê. Aplique diretamente sobre o seu cabelo. Em seguida, enxágue com água morna e retire o excesso com um pente. Use um creme protetor. Você pode repetir esta receita em casa a cada 15 dias e verá seus resultados.
  • Aplique uma quantidade considerável de óleo de coco, pelo menos, duas vezes por semana, em todo o cabelo que sofre o frizz. Faça uma massagem com a ponta dos dedos e deixe trabalhar durante 30 minutos. Retire bem, lavando com água morna, shampoo e condicionador.
  • Lave de forma habitual. Em seguida, despeje uma cerveja em seu cabelo e massageie. Deixe atuar por meia hora e lave com água morna. Você pode aplicar um creme de pentear, para mitigar o aroma. Esta prática te deixará com um brilho natural.

Leia também: “Tratamentos Naturais Para Cabelos Danificados Pelo Calor“.

Recomendações: Cuidados regulares. A higiene diária e a manutenção são mais do que necessários para um cabelo saudável e sem frizz. Corte-o uma vez a cada seis ou oito semanas, e evite o uso de corantes e tinturas, géis para pentear, pinça de cachos, prancha alisadora e até o secador.

Se você realmente precisa pintá-lo, escolha tinturas naturais sem amônia, e use clareadores naturais. Para a secagem, escolha os secadores de cápsula e de baixa temperatura, ou aplique óleos aturais que protejam as raízes do calor extremo. Por outro lado, os especialistas explicam que é essencial usar o shampoo adequado, aquele que se adapta às necessidades do seu cabelo.

Minimize o uso da prancha e do secador. Neste último caso, apenas para exceções, e sempre a 30 centímetros de distância do couro cabeludo. Não use escovas de cerdas metálicas ou plásticas, porque carregam o cabelo de eletricidade; o ideal é escolher uma de cerdas naturais.

Não lave o cabelo todos os dias e, quando o fizer, utilize sempre um bom condicionador que o hidrate. Evite lavar o cabelo com água quente, porque ressecará ainda mais. O mais recomendado é que esteja morna ou fria.

Aplique frequentemente máscaras hidratantes, elaboradas a partir de produtos naturais. Lave o cabelo à noite e não de manhã, já que ao lavá-lo à noite lhe dá tempo para selar as cutículas, impedindo a entrada de umidade e que encrespe.