Um ataque de pânico é um início súbito de ansiedade e medo com palpitações no coração, e falta de ar. A tontura e náusea, o medo de morrer ou perder o controle, juntamente com o sentimento de separação do ambiente, pode levar a pessoa afetada para o afastamento das atividades normais, por isso é preciso tratar os sintomas dos Ataques de Pânico o quanto antes.

Tratamentos para os Ataques de Pânico

Os ataques de pânico são condições tratáveis, podem ser aplicadas com sucesso estratégias de auto-ajuda. A terapia cognitivo-comportamental é geralmente o tratamento mais eficaz para os ataques de pânico e fobias. Essa terapia centra-se em padrões de pensamentos e comportamentos que estão segurando e desencadeando ​os ataques de pânico, ajudando a enfrentar seus medos de uma forma mais realista.

Na terapia de exposição para tratar o transtorno do pânico, o paciente é exposto às sensações físicas de pânico em um ambiente seguro e controlado, dando-lhe a oportunidade de aprender maneiras mais saudáveis ​​de lidar. Você pode ser solicitado a hiperventilar, sacudir a cabeça de um lado para o outro, ou prender a respiração.

Estes exercícios causam sensações semelhantes aos sintomas de pânico, em cada exposição, você irá sentir menos medo destas sensações corporais internas e o paciente sentirá uma sensação maior de controle sobre o seu pânico.

Quando se trata de ataques de pânico, existem muitas coisas que você pode fazer para ajudar a si mesmo:

  • Obter informações sobre ataques de pânico. Leia sobre ansiedade, transtorno de pânico e a resposta de luta ou fuga experimentada durante um ataque de pânico ou hiperventilação, você vai aprender o que são as sensações e sentimentos que existem nesses distúrbios.
  • Evite o tabaco e a cafeína ou medicamentos que contenham estimulantes.
  • Aprenda a controlar a sua respiração. A respiração profunda pode aliviar os sintomas de pânico, pode controlar a sua respiração, e desenvolver uma técnica de gestão que pode ser usada quando a ansiedade aparecer.
  • Praticar técnicas de relaxamento. Ao desenvolver atividades regulares, como ioga, meditação e relaxamento muscular progressivo, fortalecemos a resposta de relaxamento do corpo.