Todos nós temos na nossa cabeça que o chocolate engorda e que é um alimento que deve ser evitado, mas o que dizem as pesquisas mais recentes sobre este assunto?

Até pouco tempo atrás todo mundo achava que o chocolate engordava e, portanto, um alimento que tinha que ser consumido o menos possível. Na atualidade, esse pensamento mudou desde que uma equipe de pesquisadores da Universidade de Granada comprovou cientificamente que comer chocolate não apenas não engorda, mas sim que um alto consumo está associado com baixos níveis de gordura total (de todo o corpo) como central (no que se refere aos abdominais).

Esta pesquisa se contextualiza dentro de um estudo encomendado pela União Europeia sobre os hábitos alimentares dos jovens de nove países europeus, por sua vez, queriam comprovar como era o seu estilo de vida (nível de atividade física, hábitos, etc.). Para isso se contou com a participação de 1.458 adolescentes com idades compreendidas entre os 12 a 17 anos.

Os resultados mostraram que, independentemente da idade e do sexo, aqueles jovens que consumiam mais chocolate tinham menores níveis de gordura total e central. Também foram controladas outras variáveis​​, como maturidade sexual, consumo total de energia, consumo de gordura saturada, frutas e legumes, consumo de chá e café, e atividade física dos participantes.

Benefícios do Chocolate

Não apenas o chocolate não engorda, mas o consumo deste cacau em adultos está associado com um menor risco de sofrer distúrbios cardio metabólicos.

Por sua vez, é rico em flavonoides e especialmente em catequinas, das quais já discutimos em artigos anteriores sobre os seus benefícios para a saúde.

O chocolate é um daqueles alimentos considerados como um antidepressivo, mas tem outras propriedades como um excelente antioxidante, antitrombótico e anti-inflamatório, anti-hipertensivo, e inclusive pode ajudar a prevenir a doença cardíaca coronária.