O veganismo é uma filosofia baseada no respeito pelos animais e, portanto, não inclui o consumo de alimentos de origem animal.

Vai além de seguir uma tendência dietética vegetariana, já que seu estilo de vida, consiste no respeito pelos animais como seres iguais aos humanos com os quais convivemos e no respeito ao meio ambiente.

Portanto, na dieta vegan não se consome qualquer tipo de carne ou peixe. Também não inclui qualquer outro subproduto animal. Portanto, não se encontram os produtos lácteos (leite, iogurte, queijo, etc.), nem mel ou ovos em sua dieta.

A dieta vegana é baseada principalmente no consumo de frutas, vegetais, sementes, nozes, óleos vegetais de primeira pressão não refinados, cereais integrais e legumes.

O veganismo busca uma dieta saudável em um contexto de respeito pelos animais. A alimentação vegetariana estrita e equilibrada, é apoiada por organizações como a Associação Dietética Americana.

Muitos nutricionistas dizem que uma dieta vegan bem planejada, reduz o risco potencial de câncer de cólon, ataque cardíaco, derrame, osteoporose ou pressão alta, entre outros.

No entanto, devemos levar em conta que a vitamina B12, para combater a anemia, é encontrada principalmente na carne, peixe, ovos e laticínios. Muitas pessoas vegetarianas que seguem uma dieta vegan optam por tomar um suplemento de vitamina B12. Por exemplo, miso, tempeh, levedura de cerveja ou alga espirulina que fornecem alguma vitamina B12.

No entanto, cada pessoa apresenta características diferentes, e convém buscar a orientação de um médico ou um nutricionista para dar conselhos antes de iniciar uma dieta vegan.

Como já dissemos no início, o veganismo se estende além da alimentação. Ele também se recusa a usar roupas ou artigos feitos a partir de produtos de origem animal, como lã ou couro.