Uma semente sagrada para os índios e um alimento essencial para a dieta de qualquer pessoa por seu alto valor nutricional.

A quinoa retorna a mesa em preparações simples, mas também como um ingrediente de uma grande variedade de produtos cosméticos. Conheça os seus benefícios e contribuições nas seguintes linhas.

A quinoa ou chenopodium quinoa segundo o seu nome original, é uma planta muito antiga cultivada na região dos Andes e que foi o sustento da dieta do império Inca.

Também a usavam como um cosmético porque contém saponina (um ingrediente para fazer sabão) ou como medicamento.

Foi proibida pelos colonizadores europeus e substituída pelo milho, mas há alguns anos voltou a ser plantada nas mãos daqueles que resgatam os sabores tradicionais e tentam substituir as farinhas mais comuns.

Na América Latina, existem cultivos desta pequena semente de cor branca (a mais conhecida) há cerca de 3000 metros de altura no mínimo.

Alimento Nutritivo

As populações antigas a tinham como base nas suas dietas, porque era muito melhor em qualidade do que outros cereais (trigo, cevada, arroz, milho, etc.). Isto foi afirmado em estudos científicos ao comprovar, por exemplo, que contém muitas proteínas e quase nada de gordura.

A qualidade destas proteínas depende da composição dos aminoácidos essenciais como, por exemplo, a lisina, a cisteína e a metionina (muito escassos nos alimentos de origem vegetal), que se encontram entre os oito necessários para o corpo humano.

Também É Rica Em

  • Potássio e fósforo.
  • Vitaminas: alto teor de vitamina E.
  • Manganês, magnésio, cálcio, cobre, ferro.
  • É uma boa fonte de carboidratos de baixo índice glicêmico.
  • Não contém glúten.

Como Se Consome

Por ser uma pequena semente que tem forma de grãos, exige que se elimine a saponina (a torna amarga) para consumir. Isto pode ser feito de duas maneiras: mediante a lavagem de forma repetida com água ou com outros métodos industriais.

O mais usual é encontrá-la já clarificadas e embaladas em pacotes de até 1 kg. Nas farmácias e lojas dietéticas se encontra também por peso.

Para consumi-la também é necessário um cozimento muito parecido com o do arroz: três medidas de água para uma de quinoa por pelo menos 12 ou 15 minutos. Pode-se dizer quando está pronta, porque os grãos tornam-se um pouco maiores, macios e transparentes. Não possuem muito sabor por isso é necessário corrigir com sal ou utilizá-la previamente tostada em uma panela, para lhe dar sabor.

É muito versátil para acompanhar todos os tipos de alimentos, frios (saladas, pudim) e quentes (sopas, guisados, tortas).

É ideal para o consumo de qualquer pessoa, incluindo crianças e bebês que serão muito beneficiados com as suas propriedades nutricionais e outras como uma excelente substituta para a carne bovina.

Outros Usos

A indústria cosmética também se beneficia com as suas vitaminas e os seus minerais, incluindo-a em suas fórmulas. Como é o caso da linha Natura Plant, pensando sempre nos ingredientes mais naturais para os seus cremes restauradores.

Um caso muito curioso é o da marca Nuance da mega estrela Salma Hayek, que sem ser uma linha dedicada especificamente a produtos naturais já lançou seu shampoo e condicionador Quinoa suave.

Segundo expressa sua criadora, é o segredo de Salma para mostrar um cabelo brilhante e charmoso sempre. Entre os seus ingredientes também se destaca a proteína de soja e o óleo de abacate. Os extratos de quinoa ajudam a reparar o cabelo deixando-o sedoso. Por outro lado, o açaí e o maracujá previnem o ressecamento do cabelo. A fórmula não contém parabenos e tornou-se tão popular que muitas celebridades já escolheram para a sua higiene diária.

A quinoa é o alimento do futuro, divulgam os nutricionistas, e é ideal para substituir todas as farinhas porque as supera em todos os seus componentes. Também é rica e fácil de preparar e muito versátil, pois combina com tudo, sejam carnes ou legumes. É ideal para as dietas porque não tem glúten nem açúcares, mas acima de tudo fornece um monte de energia graças a sua alta dose de ferro.

Sem dúvida, um achado que se estende para a indústria cosmética, que a inclui cada vez mais por seus ingredientes ativos.