O que é acromegalia?

É o alongamento excessivo, das extremidades do esqueleto causada por uma superprodução do hormônio de crescimento pituitário, após a adolescência. A acromegalia é uma doença silenciosa que pode levar a eventos cardiovasculares sérios.

Por que ocorre após 17 anos de idade?

O corpo para de crescer nessa idade, quando os ossos estão fechados. A extremidade articular de um osso longo chamado epífise, fundido com outro. Nas mulheres, geralmente ocorre durante a menstruação, a menarca ou primeira, cerca de 12 anos de idade. O crescimento longitudinal cessa ou diminui, e o crescimento transversal começa. No homem, o encerramento da epífise ocorre em 18 anos de idade.

O fechamento da epífise é, portanto, evidência de que o crescimento somático cessa. Você não deve ter crescimento longitudinal. Se as epífises estão fechadas e começam a crescer mãos e pés, é muito provável que seja a acromegalia.

É interessante notar que a produção de hormônio do crescimento (somatostatina) não para na puberdade, mas continua, mesmo na idade adulta. Na verdade, existem partes do corpo continuam a crescer como o nariz, orelhas, cabelos, unhas.

Causas:

A mais frequente (99% dos casos) é a hipersecreção de hormônio do crescimento causada por um tumor benigno da hipófise (adenoma). A secreção excessiva do hormônio de crescimento provoca alterações em muitos tecidos e órgãos: coração, fígado, rins, baço, tireoide, paratireoide e pâncreas.

Uma pesquisa recente mostra que a acromegalia pode ser determinada geneticamente e que funciona nas famílias, porque há certos fatores que fazem crescer adenomas.

Também tem sido relacionada a acromegalia, na presença de câncer no aparelho digestivo e outras alterações além da glândula pituitária.

Sintomas:

É considerada uma doença silenciosa que aparece geralmente entre 30 e 50 anos, quando as epífises estiverem fechadas, portanto, os ossos são deformados, em vez de alongados. Como as alterações induzidas pelos elevados níveis de hormônio de crescimento ocorrem lentamente, é comum a acromegalia ser diagnosticada muitos anos após a primeira manifestação dos sintomas, que são:

 

  • Inchaço das mãos e dos pés.

 

 

  • Pele grossa.

 

 

  • Pelos no corpo.

 

 

  • Aumento das glândulas sebáceas e sudoríparas.

 

 

  • Diminuição da visibilidade lateral.

 

 

  • Transpiração excessiva.

 

 

  • Protrusão da mandíbula (prognatismo).

 

 

  • Voz grave e rouca.

 

 

  • Dor comum.

 

 

  • Costelas espessadas.

 

 

  • Nas mulheres, ciclos menstruais irregulares.

 

 

  • Secreção galactorreia (de leite materno que não está em lactação).

 

 

  • Impotência.

 

 

  • Baixa fertilidade devido a alterações na contagem de esperma.

Diagnóstico e tratamento:

Apesar de existirem medicamentos que ajudam a diminuir a produção de hormônio de crescimento, o tratamento de escolha é a cirurgia para remover o tumor ou radioterapia.