O que é bronquiolite?

É a inflamação dos bronquíolos, os pequenos ramos do pulmão. É uma doença infantil (afeta menores de seis anos). Bronquiolite pode ser confundido com objetos inalados apresentados em um pulmão de criança.

Causas:

Infecção por vírus ou bactérias, ou uma combinação de ambos.
Bronquiolite é contagiosa e muitas vezes se torna epidemia.

Sintomas:

Falta de ar súbita, geralmente precedida por um leve resfriado comum, com tosse, e é caracterizada por: chiado.
Respiração rápida e superficial (60 a 80 vezes por minuto).
Retração do peito e respiração abdominal.
Febre (ocasionalmente).
Desidratação.
Pele, unhas e lábios azulados (em casos graves).

Fatores de risco:

Reduz a resistência a doenças, especialmente as infecções respiratórias.
Histórico familiar de alergias.
Obesidade infantil.

Prevenção:

Use um vaporizador no quarto do seu filho todas as noites, durante e após uma infecção das vias respiratórias em casos de crianças que são propensas a bronquiolite.

Reduzir a exposição das crianças aos grupos de pessoas, especialmente outras crianças para evitar resfriados.

Diagnóstico e tratamento:

Diagnóstico: histórico e exame físico por um médico.
Exames de sangue.
Raios-X dos pulmões.

Medidas gerais: manter a umidade no berçário o mais alto possível através de um vaporizador.
Se você não tem um vaporizador, deixe água fria ou quente no banheiro com as janelas fechadas para produzir a umidade necessária.

Medicação: seu médico pode prescrever antibióticos para combater infecções bacterianas. Em outros casos, mucolíticos e expectorantes podem ser suficientes.

Atividade: a criança deve descansar por 48 horas após os sintomas desaparecerem. Você pode, então, gradualmente, retornar às atividades normais.

Dieta: dê fluído a criança frequentemente: Água, chá, refrigerantes, caldo de carne, limonada, suco de fruta diluído. Não dar leite, pode engrossar as secreções do muco.

Informe o seu médico se: após 4 horas, os sintomas não melhorarem apesar do tratamento.
A temperatura subir para 38º ou mais.
Aumentar as dificuldades respiratórias.
Há tosse com catarro colorido.
A pele, lábios e unhas ficam azuis escuras.

Possíveis complicações:

Danos permanentes nos pulmões produzindo bronquite crônica; o colapso de uma pequena parte do pulmão (atelectasia), bronquiectasias, pneumonia de repetição, doença pulmonar obstrutiva crônica (raramente).

Prognóstico:

Com o tratamento, geralmente cicatriza em 7 dias. A pesquisa indica que as crianças com mais de 2 episódios de bronquiolite antes de 2 anos de idade são mais susceptíveis de desenvolver alergias e asma.