As pessoas que sofrem de bulimia sentem um impulso de ingerir alimentos de maneira excessiva, resultando em vergonha e culpa pela atitude. E para se redimirem da culpa, se punem, provocando vômitos dos alimentos digeridos.

Bulímicos geralmente têm vários episódios por semana de ingestão excessiva de alimentos e constantes vômitos que podem ser induzidos ou provocados com o uso de laxantes.

Quais são as causas da Bulimia?

As causas envolvidas nesta doença são provocadas por fatores biológicos, psicológicos e sociais. A pessoa que sofre desta doença tem medo de engordar e sempre se veem acima do peso, é por isso que esta doença está associada com a anorexia, não podendo reprimir seu desejo de comer compulsivamente.

Bulimia geralmente ocorre em pessoas que tentaram manter um regime rígido de dieta, dietas equilibradas, etc.

Quais os sintomas apresentados da Bulimia?

Os sintomas muitas vezes são difíceis de se perceber, porque a purgação e os vômitos são muitas vezes escondidos e a pessoa mantêm o seu peso normal. Mas observando com atenção pode se verificar uma série de sintomas que podem dizer se um parente ou amigo sofre de bulimia.

  • Eles comem compulsivamente e em grandes quantidades em curtos períodos de tempo. Em média duas vezes por semana.
  • Eles não se interessam por tipos ou sabores de alimentos; comem apenas para saciar o desejo por comida após a refeição.
  • Utilizam laxantes ou diuréticos, com desculpa de cólicas estomacais.
  • Têm baixa auto-estima e pouco interesse pela aparência externa.
  • Na maioria dos casos sofrem de depressão.

Como pode ser tratada a bulimia?

Esta doença deve ser tratada a partir de um acompanhamento médico e psicológico, razão pela qual é necessária a intervenção de medicamentos e terapias para ajudar primeiramente ao controle dos vômitos e em seguida, em longo prazo melhorar a auto-estima e melhorar a percepção que o paciente têm de si mesmo.