O que é caspa?

Pessoas que sofrem de caspa, geralmente considerada um problema de cabelo, como a manifestação física da doença ocorre na realidade em seu cabelo. No entanto, ambas as causas e os sintomas se manifestam sobre o couro cabeludo, ou seja, a dermatite “seborreica”, a caspa é uma inflamação da pele que cobre o crânio. Esse problema geralmente é crônico, por isso o tratamento deve ser realizado continuamente.

Também começa a se manifestar durante a adolescência e continua na vida adulta. A caspa ocorre quando as células fina da camada externa da pele do couro cabeludo surgem mais rápido do que o normal, isso faz flocos de pele morta.

Tipos de caspa:

Existem dois tipos de caspa:

 

  • Branco, couro cabeludo seco pode produzir flocos desidratados.

 

 

  • Amarelo, um cabeludo excessivamente oleoso.

As caspas se soltam especialmente depois de escovar ou pentear o cabelo, porque ajuda a decolar. Certos tipos de dermatite seborreica também podem causar inflamação e coceira. Geralmente, a caspa é pior no inverno e diminui durante o verão. Além de aparecer no couro cabeludo pode ocorrer nas sobrancelhas e barba.

Causas:

Infelizmente, nem todas as causas que podem desencadear a caspa foram identificadas, porém, tanto a produção baixa, e o excesso de produção das glândulas sebáceas podem criar pele escamosa e cabelos quebradiços, ou o excesso de gordura, respectivamente. Há outros fatores que influenciam a ocorrência da caspa, incluindo:

 

  • Spray gel de uso excessivo nos fios de cabelo.

 

 

  • Fadiga.

 

 

  • Estresse.

 

 

  • Problemas digestivos.

 

 

  • Desequilíbrio hormonal.

 

 

  • Má higiene.

 

 

  • O consumo excessivo de açúcar, gorduras e féculas.

 

 

  • Predisposição hereditária.

 

 

  • Outras doenças como Parkinson, derrame ou AIDS.

Sintomas:

 

  • Comichão.

 

 

  • Vermelhidão.

Prevenção:

 

  • Se você não tem caspa, lave o cabelo a cada 3 dias para evitar ressecamento do couro cabeludo.

 

 

  • Se você tem caspa, use um xampu especial diariamente, que geralmente contém ácido salicílico, alcatrão, enxofre, sulfeto de selênio.

 

 

  • Vá ao dermatologista, porque às vezes a caspa pode ser causada por doença grave do couro cabeludo, como psoríase (doença crônica da pele) ou dermatite seborreica.

 

 

  • Não pare o tratamento, conforme indicado pelo dermatologista, pois a caspa precisa de atenção constante.

 

 

  • A combinação de água quente e fria para lavar o cabelo promove a circulação do couro cabeludo.

 

 

  • Evite coçar a cabeça, com ela pode aparecer eczema (alergia de pele) ou infecção.

 

 

  • O uso de pentes e escovas devem ser pessoais.

 

 

  • Evite o uso de tinturas, loções, bebidas alcoólicas e permanente, que favorecem o aparecimento da caspa devido à desidratação excessiva do couro cabeludo. Geralmente este tipo de caspa é temporário e desaparece sem deixar vestígios.

 

 

  • Alguns especialistas recomendam uma dieta rica em vitaminas B e beta-caroteno, marisco, carne vermelha, amendoim e girassol, para prevenir o ressecamento dos cabelos.

A caspa não é uma doença perigosa, mas pode ser um problema cosmético. Por esta razão, você deve consultar um especialista para te ajudar.