O Que é Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica?

Obstrução crônica das vias aéreas devido à bronquite crônica, enfisema ou uma combinação de ambos. Ela afeta mais de 50 milhões de pessoas no mundo ocidental, sendo afetados mais homens do que mulheres, embora as diferenças estejam desaparecendo.

Causas

O dano ocorre nas vias aéreas por: tabagismo (ativo ou passivo), poluição ambiental, exposição a agentes químicos ou poeira, deficiência da enzima (alfa 1-antitripsina).

Sintomas

• Não há sintomas no início.

• Redução das respirações profundas.

• Produção de escarro.

• Infecções brônquicas.

• Perda de peso.

Nas fases mais avançadas: dispneia (falta de ar), cianose (descoloração azulada da pele e membranas mucosas).

Fatores de Risco

• Tabagismo ou tabagismo passivo.

• Envelhecimento.

• Histórico familiar de alergias e doenças respiratórias.

Prevenção

• Evite: o fumo de tabaca e outras substâncias.

• A exposição a agentes químicos irritantes.

• Exposição a poeiras (afeta os pulmões).

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico é feito pela clínica, exames de sangue e estudos da função pulmonar. Pode também ser necessário raios-X e tomografia computadorizada ou ressonância magnética do pulmão.

Medidas Gerais: instale filtros de ar condicionado.
Higiene brônquica e drenagem postural, fisioterapia respiratória.
Vacinas para gripe e resfriados.

Medicação: antibióticos se ocorrer infecção.
Corticosteroides com cautela.
Ansiolíticos e antidepressivos, com moderação.

Possíveis Complicações

Infecções frequentes.
Ansiedade e depressão.

Problemas cardíacos e circulatórios: hipertensão pulmonar e policitemia secundária (excesso de células do sangue, que engrossa o sangue), insuficiência respiratória terminal, câncer de pulmão.

Prognóstico

Diminuição gradual da função respiratória.

Os pacientes mais jovens têm melhor prognóstico, se eles seguirem as orientações de tratamento.

A piora do prognóstico com: viver em altitudes acima de 2.000 metros. A idade avançada.