O Que é Fibromialgia?

Inflamação dos músculos, as camadas de revestimento dos músculos e tecidos conjuntivos dos tendões, músculos, ossos e articulações.

Partes do corpo afetadas:
Afeta principalmente as áreas de músculo da parte inferior das costas, pescoço, ombros, tórax, braços, quadris e coxas.

Idade
Afeta principalmente adultos entre 30 e 60 anos de idade. Muito mais comum no sexo feminino.

Causas

Desconhecidas.

Sintomas

• Rigidez e fraqueza.

• Espasmos repentinos dolorosos que pioram com o movimento.

• Nódulos ou áreas localizadas muito dolorosas ao toque.

• Áreas musculares dolorosas.

• Fadiga.

• Dificuldade para dormir.

Fatores de Risco

Embora de origem desconhecida, os sintomas e gravidade aumentam com:

• Estresse.

• Lesão muscular.

• A exposição à umidade ou frio.

• História médica de doenças que envolvem inflamação das articulações, como artrite reumatoide e poliarterite.

• Infecções virais.

• Má alimentação.

• Fadiga ou excesso de trabalho.

Prevenção

Evite os fatores de risco, sempre que possível.

Diagnóstico e Tratamento

Diagnóstico:

  • História e exame físico por um médico.
  • Os exames de sangue para medir a inflamação e testes para descartar artrite reumatoide e polimialgia.
  • Não há nenhum teste específico para fibromiosite.

Tratamento:

Medidas gerais:

O calor alivia a dor:

Tome banhos quentes e deixe a água cair nas áreas dolorosas.

Use lâmpadas solares, almofadas de aquecimento, banhos, massagens ou apenas banhos quentes e compressas quentes.

Ter alguém para lhe dar uma massagem suave nas áreas afetadas.

Medicação:
Para desconforto menor, você pode usar medicamentos sem receita, como aspirina, paracetamol ou ibuprofeno.
Injeções de cortisona em cubos.
Anti Norsteroide-drogas inflamatórios.
Seu médico pode receitar antidepressivos tricíclicos, que, por um mecanismo desconhecido, melhoram os sintomas em alguns pacientes.

Atividade:
Mantenha-se tão ativo quanto possível, mesmo com dor.
Um estudo recente mostrou a influência benéfica do exercício aeróbio.

Dieta:
Sem necessidade de seguir qualquer uma em particular.

Informe o seu médico se:
Novos sintomas inexplicáveis se desenvolverem.
As drogas utilizadas neste tratamento podem produzir efeitos secundários.

Possíveis Complicações

Atrofia muscular, deficiência.
Abuso de drogas analgésicas.

Prognóstico

Em certas pessoas, a recuperação espontânea.
Outros podem ter surtos e melhorias indefinidamente.
A doença é delicada, mas não fatal.
Os sintomas podem ser controlados com tratamento.