O Que é Meningite Bacteriana?

A infecção bacteriana das membranas que recobrem o cérebro e a medula espinhal (as meninges). Pode ocorrer em todas as idades, mas é mais comum em crianças e idosos.

Causas

Várias espécies de bactérias podem causar.

Mas, entre todas as três espécies, representam 80% dos casos:

  • Meningococo (meningites neisséria).
  • Haemophilus influenzae tipo b (Haemophilus influenzae).
  • Pneumococo (Streptococcus pneumoniae).

A porta da frente é geralmente através do nariz, orelha, garganta, pulmões ou pele. Também podem entrar pela entrada direta de bactérias através de uma ferida na cabeça.

Sintomas

• Febre, sudorese e mal-estar.

• Dor de cabeça.

• Irritabilidade.

• Sensibilidade à luz ou fotofobia.

• Dor e rigidez no pescoço.

• Náuseas e vômitos (súbita, grave), são raros.

• Confusão e letargia.

• Sintomas respiratórios, em alguns casos.

• Aparência, no caso de meningite meningocócica, hemorragias em manchas na pele.

Fatores de Risco

• Lactentes e crianças menores de dois anos.

• Mais de 65 anos.

• As doenças que reduzem a resistência (AIDS, câncer).

• Desnutrição.

• O abuso de álcool.

Prevenção

  • Evitar o contato com doentes (muitas pessoas carregam, especialmente a meningite meningocócica em seu nariz, sem estar doentes).
  • Vacinação (vacinas contra algumas cepas de meningococos e hemófilos).
  • Pessoas que estiveram em contato próximo (família que vivem juntos, colegas), com um caso de meningite meningocócica podem receber terapia profilática, a prevenção consiste em um curso de curta duração (três dias), com rifampicina (antibiótico) para evitar vestuário doença em si.

Diagnóstico e Tratamento

Diagnóstico

Análise e cultura:

  • Sangue.
  • Garganta.
  • Nariz.
  • Líquido cefalorraquidiano (que banha o cérebro e a medula espinhal, obtido por punção lombar).

Imagem da cabeça:

  • Scanner (CT).
  • Ressonância magnética (RMN).
  • Raios-X (e também os pulmões).

Tratamento

• Internados em unidade de terapia intensiva.

• Tratamento de condições de coexistência.

• Isolamento total até a recuperação.

• Antibióticos intravenosos.

Possíveis Complicações

A morte cerebral ou complicações graves, tais como:

  • Paralisia.
  • Perda de audição.
  • Dificuldades na fala.
  • Atraso intelectual, se não for tratada precocemente.

Prognóstico

Se não houver complicações a recuperação completa ocorre dentro de 2-3 semanas.