A bronquite é uma doença pulmonar, ou seja, uma inflamação do tecido que cobre os brônquios, os quais conectam diretamente à traqueia aos pulmões. Se os brônquios estão inflamados, entra menos ar nos pulmões e como consequência se tosse constantemente expulsando catarro muitas vezes.

Como um distúrbio respiratório, os sintomas da bronquite são tosse excessiva, mucosidade espessa e desconforto no peito.

Geralmente, a bronquite começa com uma tosse seca e um tanto desconfortável como resultado da inflamação, e geralmente é intensificada pela manhã. Mas os citados não são os únicos sintomas. Podemos destacar os seguintes:

  • Mal estar geral e sensação de estar doente.
  • Dor de cabeça.
  • Calafrios.
  • Febre.
  • Desconforto no peito e falta de ar.
  • Bips ou sibilância (o seu som é mais evidente quando o ar é expelido).
  • Rouquidão ou sensação de ter o peito oprimido.
  • Fadiga.
  • Obstrução dos alvéolos.

Os sintomas da bronquite podem piorar quando existe uma contaminação do ar. Portanto, afeta mais as pessoas fumantes ou aquelas que estão em contato com a fumaça do cigarro ou vapores químicos durante longos de períodos de tempo. A bronquite crônica é mais comum entre as pessoas que fumam, embora as pessoas que têm episódios de bronquite aguda também possam desenvolvê-la.

Leia também: “Bronquite aguda“.

A pessoa com bronquite crônica sofre também de uma tosse crônica e sintomas envolvendo dificuldades com a respiração na maior parte dos dias do ano. Cabe apontar também que as pessoas que sofrem de bronquite crônica levam mais tempo para se recuperar de constipações ou gripes comuns.

Leia também: “Bronquite crônica“.

As pessoas com asma podem ter crises de bronquite de forma inesperada e sofrer os sintomas citados acima. Se for um episódio grave de bronquite, a pessoa com asma pode ter graves dificuldades para respirar já que as vias respiratórias encolhem.