O que é peritonite?

Infecção grave ou inflamação da parte ou de todo o peritônio, o revestimento do trato intestinal. Abdômen, incluindo os intestinos e peritônio (membrana fina que cobre todos os órgãos e as paredes do abdômen). Ocorre em ambos os sexos, de todas as idades.

Causas:

Tumefacção do revestimento do peritônio, que é quando materiais estranhos entram na cavidade abdominal.
Esses materiais incluem bactérias ou conteúdo gastrintestinal, tais como sucos digestivos, sangue, alimentos mal digeridos ou fezes.

Invade o abdômen por: perfuração de qualquer órgão do abdômen como um apêndice inflamado, úlcera péptica ou divertículos infectados ou da vesícula biliar. Dano à parede abdominal, semelhante à causada por ferimentos de faca ou buracos de bala.

Doença inflamatória pélvica.

A ruptura de uma gravidez ectópica.

Sintomas:

Dor, em parte ou no abdômen inteiro.
O paciente vai querer ficar de costas, porque os movimentos ou pressão no abdômen aumentam a dor.
Dor no ombro (às vezes).
Calafrios e febre, muitas vezes elevados.
Tontura e fraqueza.
Taquicardia.
Baixa pressão arterial.

Fatores de risco:

Atraso no tratamento das causas explicadas acima.
Cirurgia abdominal recente.

Prevenção:

Procurar tratamento médico imediato para as condições subjacentes.

Chame um médico se o seguinte ocorrer durante o tratamento: constipação.
Sintomas de uma nova infecção com febre, calafrios, dores musculares, tonturas, dores de cabeça e dor abdominal aumentada.

Desenvolver sintomas novos inexplicáveis. Os medicamentos utilizados no tratamento podem produzir efeitos colaterais.

Diagnóstico e tratamento:

Precauções saúde: tratamento médico. Hospitalização. A cirurgia para reparar o dano no corpo, que liderou a invasão de substâncias estranhas no abdômen. Auto-cuidado após o tratamento.

Diagnóstico: sua própria observação dos sintomas. Histórico clínico e exame físico por um médico.

A análise das células brancas do sangue para detectar a inflamação.

Os procedimentos cirúrgicos de diagnóstico, tais como a introdução de uma pequena agulha no abdômen para retirar líquido, sangue ou outros materiais.

Raio X do abdômen.

Prováveis consequências: normalmente curado com diagnóstico e tratamento precoces. Os atrasos e complicações podem ser fatais.

Medicação: seu médico pode prescrever antibióticos para matar a infecção.
Apaziguadores (às vezes) após o diagnóstico ou cirurgia.

Atividade: após o tratamento, repouso na cama até que os sintomas desapareçam. Você pode ler ou assistir televisão. Caso seja necessário a cirurgia, então gradualmente, retorne às atividades normais.

Dieta: não comer ou beber nada durante a infecção do trato intestinal até resolver. Receber alimentos e líquidos por via intravenosa.

Possíveis complicações:

Choque.
Envenenamento do sangue (septicemia).
Obstrução intestinal causada por aderências.

Prognóstico:

O diagnóstico precoce e o tratamento de doenças subjacentes, tais como apendicite, úlceras ou gravidez ectópica.

Se você desenvolver dor abdominal, não perca tempo com remédios caseiros especialmente laxantes, que podem causar a ruptura dos órgãos abdominais inchados.