A catarata recebe o seu nome a partir da crença antiga de que a visão embaçada e as pupilas brancas se deviam a uma espécie de cachoeira que descia do cérebro.

Atualmente, se sabe que a catarata é um processo degenerativo e indolor da visão causada pela acumulação de algumas proteínas dentro do cristalino do olho, o qual cria uma área nublada que sem brilho, pouco a pouco, dirige a luz até a retina.

Embora seja considerada uma doença comum de senilidade (afeta a maioria das pessoas com mais de 65 anos), os bebês também podem nascer com catarata devido a uma doença hereditária. Entre os seus sintomas mais frequentes estão:

  • Visão turva ou dificuldade com a visão central.
  • Mudanças de cor na visão.
  • Melhora na visão de perto, mas redução da visão à distância e noturna.
  • Sensibilidade à luz e ao brilho ou ver halos em torno das luzes.
  • Sensação de um “película” no olho.

A probabilidade de desenvolver cataratas aumenta com:

  • Tomar altas doses de corticosteroides (10 a 15 mg por dia) durante vários anos.
  • Consumir alimentos excessivamente gordurosos.
  • O consumo de álcool.
  • Ser mulher.
  • Ter um histórico familiar de catarata.
  • Expor-se muito a luz do sol.
  • Fumar.
  • Ter diabetes.
  • Ter uma lesão ocular.

Remédios Caseiros para cataratas

  • Coloque 2 colheres de sopa de camomila sobre um copo de água que está fervendo. Cubra, deixe esfriar e coe. Faça uma lavagem dos olhos com esta infusão.
  • Beba uma xícara de chá pimenta caiena ou de eufrásia todos os dias para retardar o desenvolvimento de catarata.
  • Lave e corte em pedaços uma batata crua e coloque-a em uma gaze sobre as pálpebras durante uma hora ou mais todos os dias.
  • Remédio para catarata # 4: aplique duas ou três gotas de água do mar filtrada (vendida em lojas de produtos naturais) todas as noites e todas as manhãs. Este remédio pode irritar inicialmente os olhos, mas depois de alguns segundos este desconforto desaparece.

  • Molhe o dedo indicador com um pouco de óleo de rícino e suavemente espalhe na borda do olho de modo que deslize por si só, para o interior. Aplique este remédio diariamente por um mês e se não melhorar, você pode alternar para o óleo de linhaça prensado a frio e aplicar mediante um conta-gotas, uma gota por noite.
  • Aplicar mediante um conta-gotas, mel natural não refinado nem submetido a altas temperaturas, três vezes por semana ou espalhe na borda do olho para que penetre no interior por si mesmo. Este remédio pode causar alguma dor ou desconforto no início, mas desaparece nas aplicações seguintes.
  • Aplique diariamente duas ou três gotas de suco da polpa de aloe vera ou babosa em cada olho.
  • Descasque e corte em pedaços uma cebola, coloque no refrigerador meia hora antes da aplicação no olho. Coloque sobre as pálpebras durante 5 minutos. A cebola ao ser refrigerada não produz lágrimas.
  • Misture 2 colheres de chá de mel e 2 de vinagre de maçã em um copo de água e beba em cada refeição.
  • Coloque 2 gotas de óleo de fígado de bacalhau no olho afetado pela catarata todas as noites durante um mês.
  • Dissolva 1 colher de chá de sal de Epsom em um copo de água morna e use como uma solução de lavagem dos olhos.
  • Misture 1 colher de sopa de levedura de cerveja, 1 de grânulos de lecitina e 1 de óleo de gérmen de trigo, com 1 colher de chá de cálcio em pó e um pouco de leite. Adicione a um cereal ou iogurte. De acordo com várias pesquisas realizadas esta preparação atrasa o envelhecimento ocular e resulta benéfica para prevenir e corrigir algumas cataratas.

Recomendações caseiras para a catarata:

Consuma alimentos antioxidantes, como frutas cítricas, morango, uvas negras, mirtilos, brócolis e tomate, já que combatem os radicais livres (moléculas de oxigênio instáveis) que podem se acumular nos olhos e causar cataratas.

Consuma alimentos ricos em vitamina A, como fígado, espinafre, cenoura, gema de ovo e vegetais amarelos os quais favorecem a visão. De todos estes, talvez o espinafre seja a melhor defesa contra a catarata, uma vez que, de acordo com pesquisas realizadas, inclui a maior quantidade de beta-caroteno e carotenoides como a luteína e a zeaxantina, abundante em espinafres, reduz as chances de desenvolver cataratas graves.

Além disso, para garantir a máxima absorção por parte do organismo, deve- se comer o espinafre cozido com um pouco de gordura, tais como o azeite de oliva, já que este é um nutriente solúvel em gordura.

Consuma alimentos ricos em ômega-3 e peixes como a cavala, salmão e atum, pelo menos uma vez por semana, já que segundo estudos realizados, reduzem o risco de sofrer de catarata em até 12%.

Faça exames oftalmológicos. Todas as pessoas adultas devem examinar a vista com um oftalmologista a cada dois anos. As revisões devem ser mais frequentes se assim aconselha o oftalmologista.

Proteja os olhos da luz ultravioleta, que contribui para a formação de radicais livres. Para isso, devem-se usar óculos de boa qualidade para o sol (qualificados como Z80.3 e que filtrem pelo menos 99% dos raios UVA e UVB) e um boné ou chapéu de abas largas em dias ensolarados.

Evite as cabines de bronzeamento, já que intensificam o risco de cataratas, devido ao fato de que utilizam radiações UVA, em vez de raios UVB menos nocivos.

Controle a diabetes. A diabetes não controlada causa várias doenças oculares, incluindo catarata e cegueira.

Deixe de fumar. As pessoas que fumam têm uma maior incidência de catarata e a desenvolvem com dez anos de antecedência, em média, do que as pessoas que não fumam.

Mantenha-se livre de toxinas. Não exponha os olhos às substâncias tóxicas nem a radiação de raios-X ou luz infravermelha associada com a formação de cataratas.