Mais do que um problema de saúde, as varizes causam um aspecto desagradável. Existem varizes de graus diferentes: desde muito pequenas e fáceis de tratar até grandes vertentes que se projetam a partir da pele sem piedade. Geralmente afeta mulheres: uma em cada dez mulheres sofre.

Nós conversamos sobre isso com o Dr. Julio Morón, cardiologista do Hospital São Paulo, para conhecer suas causas e o que pode ser feito sobre isso.

O que são varizes?

É o nome dado para o aparecimento de veias dilatadas nos membros inferiores (pernas). A medicina usa um termo mais amplo: a insuficiência venosa dos membros inferiores. Insuficiência venosa, tais como diabetes ou hipertensão, é uma doença crônica: não existe cura, mas pode ser controlada. Os tratamentos disponíveis cumprem com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos pacientes e a estética das pernas, mas não cura a doença.

Por que aparecem?

Desenvolvem-se a partir de uma função inadequada de uma das veias. Em uma situação normal, as veias dos membros inferiores bombeiam o sangue de volta para o coração, para que não caia pela gravidade. Por muitas razões, porém, essas veias são ampliadas, dilatam-se ou diminuem, alterando a passagem normal do sangue e contribuindo para a estagnação do fluxo sanguíneo para as veias principais destacando-se na pele.

Quais os fatores que causam a expansão ou o enfraquecimento das veias?

Primeiro nota-se que a doença geralmente aparece na idade adulta. Varizes são raras em pessoas muito jovens, nestes casos, sua presença pode ser devido a trauma ou defeitos de nascimento.

Embora pareça irônico, se não fossemos bípedes (andar sobre dois pés), provavelmente ninguém sofreria.