Um estudo realizado em ratos, concluiu que, se você adicionar o chá verde à sua dieta, engordará menos do que quando submetido a uma dieta rica em gordura.

A diferença naqueles que bebiam chá verde era grande, já que engordaram 45% menos.

A explicação parece ser que, este chá tem um composto que faz com que parte da gordura dos alimentos não seja absorvida pelo organismo de quem o ingere.

De forma simplificada, podemos dizer que o chá verde se diferencia dos outros tipos de chá que são secos sem permitir que eles fermentem, o que ocorre, por exemplo, com o chá preto.

Isso significa que o chá verde é rico em epigalocatequina-3-galato (EGCG), que parece ser o ingrediente ativo responsável por esta interessante propriedade dietética.

O estudo, liderado pelo Dr. Joshua Lambert, foi conduzido por pesquisadores da Penn State University (EUA) e publicado na “Obesity”.
Eles alimentaram dois grupos de ratos (todos obesos), com uma dieta rica em gordura. Mas apenas um grupo recebeu uma dose grande de chá verde.

A diferença foi notável: aqueles que ingeriram a infusão engordaram 45% menos do que os outros.

Uma das principais razões para isso, aparentemente, é que o EGCG prejudica a absorção da gordura ingerida.

Especificamente, nas fezes de roedores que tomaram chá verde, foram encontrados 31% de gordura a mais que no outro grupo.

Os pesquisadores foram capazes de verificar, que a diferença era que eles tinham menos apetite, uma vez que todos os ratos comeram a mesma quantidade.

Apesar destes resultados, que parecem muito conclusivos em favor do chá verde, você tem que refinar várias questões e limitar o otimismo.

Primeiro, o estudo diz que o chá verde faz perder peso, mas levou os ratos a ganharem menos peso quando submetidos a gordura da dieta.

Em segundo lugar, devemos levar em conta que o metabolismo destes roedores é muito mais simples do que o dos humanos.

Finalmente, deve-se notar que a quantidade que foi consumida foi muito alta: o equivalente a 10 copos por dia para uma pessoa, e chá verde em doses elevadas pode ser prejudicial para o fígado.

No entanto, os pesquisadores dizem que pode ser uma ferramenta útil para combater a obesidade em humanos, mesmo em doses menores do que aquelas utilizadas com roedores.

No entanto, reconhecem a necessidade de mais estudos.

Apesar das limitações mencionadas acima, e considerando que vários estudos afirmam que o chá verde, que é um grande antioxidante, tem outros efeitos benéficos à saúde, tais como a prevenção de certas doenças, então, seria saudável se acostumar a beber pelo menos duas xícaras dele por dia.

Para mais informações sobre como consumir o chá verde, recomendamos a leitura do artigo “Dieta de Emagrecimento Rápido com Chá Verde“.