O que é Anastrozol?

Anastrozol pertence ao grupo de medicamentos chamados antineoplásicos. Usado para tratar o câncer de mama.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não;
  • possui algum outro problema médico.

Posologia:

Tome este medicamento somente como orientado por seu médico. Não use uma quantidade a mais ou a menos ou com mais frequência do que o seu médico receitou.

Anastrozol, por vezes, provoca náuseas, vômitos e diarreia. No entanto, é muito importante continuar usando a medicação, mesmo se você começar a se sentir doente. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico sobre maneiras de diminuir estes efeitos.

Se você esquecer de tomar uma dose deste medicamento, pule a dose esquecida e volte ao seu esquema posológico regular e consulte com o seu médico.

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem comprometer o medicamento. Não guarde medicamentos vencidos.

Precauções:

É muito importante que o seu médico verifique o seu progresso em visitas regulares para se certificar que este medicamento está funcionando corretamente e para verificar os efeitos indesejados.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados imediatamente ao seu médico:

Mais comuns: dor no peito, falta de ar.

Outros efeitos colaterais que devem ser comunicados ao seu médico:

Menos comuns: rouquidão, tosse, dificuldade ou dor ao urinar, febre ou calafrios, aumento da pressão, dor na parte inferior das costas ou de lado, inchaço dos pés ou pernas, dor de garganta, cansaço ou fraqueza, sangramento vaginal (inesperado e forte).

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuam ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comuns: dor óssea, diarreia, tonturas, boca seca, sensação de calor, rubor ou vermelhidão da pele, especialmente na face e no pescoço, dor de cabeça, náuseas ou vômitos, exantema, dor de estômago, sudorese.

Menos comuns: dor do peito, secura vaginal, coceira, dor nas articulações, perda de cabelo, dor muscular, dormência ou formigamento nas mãos ou pés, nariz entupido, ganho de peso.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.