O que é diloxanida?

O diloxanida é usado para tratar uma infecção chamada amebíase, que é causada por protozoários.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não;
  • possui algum outro problema médico.

Posologia:

Tomar este medicamento após as refeições para diminuir a chance de irritação no estômago, a menos que seu médico lhe tenha dito o contrário.

Para ajudar a curar completamente sua infecção, a utilização deste medicamento deve ser completa durante todo o tempo do tratamento. Não esqueça de tomar nenhuma dose.

Se você esquecer uma dose deste medicamento, tome-a logo que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, pule a dose esquecida e retome ao seu esquema posológico regular. Nada de doses duplas.

Para guardar este medicamento:

Manter fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem comprometer o medicamento. Não guarde medicamentos vencidos.

Precauções:

É importante que o seu médico verifique o seu progresso após o tratamento. Isso é para garantir que a infecção está completamente curada e para verificar quaisquer efeitos indesejáveis.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados ao seu médico:

Raro: erupção cutânea.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuam ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comum: Náuseas.

Menos comuns: Diarreia, perda de apetite, dor de estômago.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.