O que é leuprolide?

Leuprolide pode ser usado para tratar anemia causada por sangramento de tumores de útero, câncer da próstata nos homens, puberdade precoce central, uma condição em que a puberdade se desenvolve muito cedo, e endometriose nas mulheres. Também pode ser usado para outras circunstâncias determinadas por seu médico.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Converse com seu médico sobre os possíveis efeitos colaterais deste medicamento. Alguns deles podem ser graves ou de longa duração.

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não;
  • possui algum outro problema médico, especialmente alterações no sangramento vaginal de causa desconhecida ou dificuldade para urinar (nos homens).

Posologia:

Leuprolide vem com as instruções para o paciente. Leia estas instruções cuidadosamente.

Use as seringas que vêm com a dose do medicamento. Outras seringas podem não dar a dose correta. Estas seringas e agulhas já estão esterilizados e devem ser usadas apenas uma vez e depois jogadas fora. Se você tiver dúvidas sobre o uso de seringas descartáveis, pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Use este medicamento somente como prescrito. Não use mais do mesmo, ou use com mais frequência ou use por mais tempo do que previsto.

Para pacientes em uso de leuprolide para os tumores do útero ou endometriose:

Leuprolide pode causar efeitos indesejáveis, tais como diminuição do interesse pelo sexo.

Ele também pode causar um aumento temporário da dor quando você começar a usar este medicamento.

No entanto, é muito importante manter o uso dessa medicação, mesmo depois de você começar a se sentir melhor.

Não pare de utilizar este medicamento sem primeiro consultar o seu médico.

Para pacientes em uso de leuprolide para o câncer de próstata:

Leuprolide pode causar efeitos indesejáveis, tais como diminuição da capacidade sexual.

Ela também pode causar um aumento temporário da dor ou dificuldade para urinar, assim como dormência temporária ou formigamento das mãos ou dos pés ou fraqueza quando você começar a usar este medicamento.

No entanto, é muito importante manter o uso dessa medicação, mesmo depois de você começar a se sentir melhor.

Não pare de utilizar este medicamento sem primeiro consultar o seu médico.

Se utilizar este medicamento uma vez por mês ou a cada 3 a 4 meses e esquecer de aplicar uma dose, aplique o mais rapidamente possível e retome ao seu esquema posológico regular.

Se você estiver usando o medicamento todos os dias e esquecer de aplicar uma dose, aplique o mais rapidamente possível.

Precauções:

É muito importante que o seu médico verifique o seu progresso em visitas regulares para se certificar que este medicamento está funcionando corretamente e para verificar os efeitos indesejados.

Para pacientes em uso de leuprolide para os tumores do útero ou endometriose:

Enquanto estiver utilizando leuprolide, seu período menstrual não será regular.

Isto é esperado quando se é tratada com este medicamento.

Se a sua menstruação normal não começar depois de 90 dias, após você parar de receber este medicamento, consulte seu médico.

Durante o período que você estiver usando leuprolide, utilize métodos contraceptivos que não contenham hormônios.

Se você tiver dúvidas sobre este assunto, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Se você acha que pode ter engravidado, pare de usar este medicamento e consulte o seu médico.

Há uma probabilidade de que o uso contínuo de leuprolide durante a gravidez pode causar defeitos de nascimento ou aborto espontâneo.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados imediatamente ao seu médico:

Obtenha ajuda de emergência imediatamente se algum dos seguintes efeitos secundários ocorrerem:

Para adultos:

Raros: dor óssea ou muscular, alterações na cor de sua pele, desmaios, respiração rápida ou irregular, dormência ou formigamento nas mãos ou pés, dor nas articulações, dor no peito (nos homens), dor na virilha e pernas, edema ou inchaço das pálpebras ou ao redor dos olhos, falta de ar, erupções cutâneas, urticária ou comichão na pele, queda súbita de pressão, respiração ofegante, aperto no peito.

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados ao seu médico:

Raros – só para mulheres: ansiedade, aumento do crescimento do cabelo, depressão mental, alterações de humor, nervosismo.

Em crianças: dores no corpo, coceira, vermelhidão ou inchaço no local da injeção, prurido, sangramento vaginal (contínuo), corrimento branco da vagina (contínuo).

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuam ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comuns (em adultos): leve hemorragia vaginal irregular, interrupção dos períodos menstruais, sensações súbitas de calor.

Menos comuns (apenas para adultos): visão turva, dor óssea (nos homens), ardência, coceira ou secura da vagina, ardor, coceira, vermelhidão ou inchaço no local da injeção, diminuição do interesse em sexo, diminuição do tamanho do sexo.