O que é Pamidronato?

O pamidronato é usado para tratar a hipercalcemia (excesso de cálcio no sangue) que pode ocorrer com alguns tipos de câncer. Também é usado para tratar a doença de Piaget óssea e no tratamento de metástase óssea.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não, especialmente contendo cálcio ou preparados contendo vitamina D;
  • possui algum outro problema médico, especialmente os problemas do coração ou problemas nos rins.

Maiores Cuidados

É importante que o seu médico verifique o seu progresso em visitas regulares após ter recebido o pamidronato. Se o seu estado melhorou, o progresso deve ser revisto. Os resultados dos testes laboratoriais, determinarão se é necessário um segundo tratamento. Para os pacientes que estão usando este medicamento para a hipercalcemia (excesso de cálcio no sangue):

Seu médico pode querer seguir uma dieta de baixo-cálcio. Se você tiver dúvidas sobre este assunto, consulte o seu médico.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados ao seu médico:

Mais comuns: febre, cãibras no abdômen (menos comum com baixas doses), calafrios, confusão (menos comum em baixas doses), espasmos musculares (menos comum em baixas doses), dor de garganta.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuam ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comuns (em doses mais elevadas): náusea, dor ou vermelhidão no local da injeção.

Menos comum: rigidez muscular.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.