O que é topiramato?

O topiramato é usado para ajudar a controlar alguns tipos de convulsões no tratamento da epilepsia. Este medicamento não pode curar a epilepsia e só vai trabalhar para ajudar a controlar crises convulsivas, enquanto você continuar a tomá-lo.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não, especialmente depressores do sistema nervoso central, contraceptivos orais, certos medicamentos orais para o glaucoma ou outros anticonvulsivantes;
  • possui algum outro problema médico, especialmente doenças renais, pedras nos rins (ou histórico), doença de fígado ou se estiver recebendo hemodiálise.

Posologia

Tome este medicamento apenas como prescrito por seu médico, para melhorar a sua condição, tanto quanto possível. Não tome medicamento mais ou menos ou tome com mais ou menos frequência do que prescrito por seu médico.

Topiramato pode ser tomado com ou sem alimentos e com o estômago cheio ou vazio.

Engula os comprimidos inteiros, sem quebrar, esmagar ou mastigar. O gosto amargo dos comprimidos pode ser mais visível se os comprimidos são deixados na boca ou mastigados.

As cápsulas devem ser engolidas inteiras ou se abertas o conteúdo deve ser aspergido sobre uma colher de chá com alimentos moles (como compota de maçã, pudim, sorvete, mingau de aveia, pudim ou iogurte) e engolido de imediato, sem mastigar.

Se você esquecer uma dose deste medicamento, tome-a logo que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, pule a dose esquecida e retome ao seu esquema posológico regular. Nada de doses duplas.

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem comprometer o medicamento. Não guarde medicamentos vencidos.

Precauções

Este medicamento aumentará a influência do álcool e outros depressores do sistema nervoso central (medicamentos que retardam o sistema nervoso, podendo causar sonolência). Consulte o seu médico antes de tomar calmantes ao usar este medicamento.

Este medicamento pode causar visão turva, visão dupla, imperícia, desequilíbrio, tonturas e sonolência.

Certifique-se de que você saiba como você reage a este medicamento antes de conduzir, utilizar máquinas, ou fazer outras tarefas que exijam estar alerta, bem coordenada ou de ver bem.

É possível que os contraceptivos orais (pílulas anticoncepcionais), que contém estrogênio possam não funcionar corretamente, enquanto estiver tomando este medicamento.

Gravidez não planejada pode ocorrer.

Use uma forma diferente ou adicional de controle de natalidade enquanto estiver usando este medicamento.

Se você tiver qualquer dúvida sobre isso, consulte o seu médico ou farmacêutico.

É importante que você beba bastante líquidos por dia enquanto estiver usando este medicamento para prevenir a formação de pedra nos rins.

Não pare de tomar este medicamento sem antes consultar o seu médico.

A suspensão brusca do medicamento pode causar o retorno das suas crises ou ocorrer com maior frequência. Talvez o seu médico faça você reduzir gradualmente a quantidade que você está tomando da medicação antes de parar completamente.

Efeitos colaterais

Mais comuns: uma sensação de ardor de picadas ou formigueiro, imperícia ou instabilidade, confusão ou movimentos de rotação contínua e descontrolada nos olhos, tonturas, visão dupla ou outros problemas de visão, sonolência, problemas de memória, alterações menstruais, dores menstruais, nervosismo, dificuldade de concentração ou de atenção, fadiga ou fraqueza.

Menos comuns: dor abdominal, febre, calafrios, dor de garganta, diminuição da sensibilidade ou percepção, perda de apetite, alterações mentais ou de humor, incluindo nervosismo incomum, irritabilidade e depressão mental, vermelhidão ou sangramento das gengivas, perda de peso.

Raros: sangue na urina ou diminuição do desempenho ou no desejo sexual, dificuldade ou dor ao urinar, dor nos olhos, micção freqüente, perda auditiva, comichão, perda do controle da bexiga, dor na parte inferior costas ou de lado, hemorragias nasais, pele pálida, vermelhidão, olhos irritados, zumbido nos ouvidos, erupções cutâneas, inchaço, dificuldade para respirar.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuam ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comuns: dor da mama em mulheres, náuseas, tremores.

Menos comuns: dores nas costas, alterações no paladar, dor torácica, constipação intestinal, queimação no estômago, rubor, aumento da transpiração, dor nas pernas.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.