Por anos, tem se buscado a “fórmula mágica” para a calvície. Vigaristas, oportunistas e aproveitadores estão sempre desesperados para enganar mais um.

Essa descoberta por acaso foi um acidente, porque eles queriam algo completamente diferente. Tal é o caso do famoso Viagra.

Bem, agora quando os cientistas que fazem experimentos com ratos tentaram descobrir produtos químicos anti-stress observaram que, o cabelo se torna mais forte e dura mais tempo.

Portanto, o cientista, um professor adjunto na Faculdade de Medicina da Universidade da Califórnia em Los Angeles disse “Nossa descoberta mostra que um tratamento em curto prazo com essa substância faz com que o cabelo de ratos dure mais tempo”, diz ele.

Aparentemente, o fundamental é que esta substância desempenha um papel na neutralização de receptores-chave um hormônio associado ao estresse.

Milhões de homens usam diferentes tratamentos para combater a calvície, a maioria deles relativamente ineficaz se não for de credibilidade duvidosa. Isso gera um mercado de bilhões de dólares muitos à procura de clientes desesperados por soluções. Uma delas é o minoxidil, um vasodilatador originalmente usado contra a hipertensão, que tem mostrado resultados no desenvolvimento dos folículos pilosos.

Os cientistas que trabalham com ratos geneticamente modificados investigavam os efeitos gastrintestinais do estresse. Ratos produzem grandes quantidades do hormônio CRF (fator liberador de corticotropina), que provoca o estresse. A equipe científica descobriu um peptídeo chamado “B estresina” que bloqueia o efeito do Hormônio do estresse CRF.

Além dos resultados sobre o estresse, de pouco interesse neste artigo, os investigadores olharam espantados, alguns meses depois dos efeitos em ratos. Três meses depois, os ratos sofriam de estresse, mas tinham uma grande quantidade de cabelo (quando em condições normais, devido ao estresse deveriam ter perdido um monte de cabelo).

Algo muito interessante é que com os ratos tratados por apenas cinco dias (período curto), os resultados foram bastante notáveis. Agora a investigação trabalhará nesta nova linha, com a esperança de finalmente encontrar um dos principais flagelos da auto-estima de muitos homens.