Um estudo australiano determinou que um medicamento para asma infantil tem benefícios contra este mal que pode ter consequências nefastas. A pesquisa foi divulgada hoje pela revista The Cochrane Library, uma publicação doThe Cochrane Collaboration, uma organização internacional dedicada a avaliar estudos médicos.

Cientistas australianos dizem, esses medicamentos conhecidos como corticosteroides metilaxantinas foram substituídos no mundo industrializado, mas são um importante tratamento para curar a tosse das crianças nos países em desenvolvimento.

Foram encontradas evidências de que “o uso de metilaxantinas ajuda na tosse da criança e está ligado a (cura) e outros sintomas asmáticos”, disse Anne Chang, do Hospital Infantil de Queensland, principal autora do estudo.

Metilaxantinas causa um relaxamento dos brônquios, reduzindo assim a tosse e dificuldades respiratórias.

Mas, por outro lado, são perigosos para as crianças, pois causam um desequilíbrio no sistema nervoso, irritabilidade e até arritmia cardíaca que pode ser fatal.

Chang observou que os problemas decorrentes da tosse crônica em crianças, metilaxantinas poderia ser considerado como um tratamento potencial para asma infantil apenas depois que outras pesquisas forem realizadas e, após uma revisão cuidadosa dos efeitos colaterais.

Para mais informações, não deixe de ler também “Dieta Mediterrânea Reduz Sintomas de Asma Infantil“.