O ronco deve ser reconhecido como “um problema de saúde real” por ser um sinal de dificuldade respiratória durante o sono. Mas também porque pode ser a causa de muitas separações de casais todos os anos.

O ortodontista Pedro Mayoral diz: “A sociedade não reconhece o ronco como um problema de saúde real. Isto é particularmente lamentável; a ignorância ou vergonha faz os afetados não consultarem um especialista para erradicar esta doença.

É também um dos principais problemas dos casais, pois, segundo um estudo da Associação Britânica de Ronco e apneia do sono, quem ronca priva o seu parceiro do equivalente a dois anos de sono em 24 anos de vida em comum.

Do total dos 2.000 adultos entrevistados para o estudo, 85% disse que o relacionamento com seu parceiro irá melhorar significativamente se você resolver o problema do ronco. A falta de sono e descanso não só prejudica o indivíduo, mas também a relação do casal, ocasionando um distanciamento, pois passam a dormir separados.

Mayoral desenvolveu após 10 anos de pesquisa um dispositivo de avanço mandibular com sucesso para tratar o ronco e a apneia do sono.