Levantar-se cedo, comer, fazer exercícios. Toda a vida escutando os mesmos conselhos e agora parece que não é bem assim, porque eles têm suas “nuances”.

De acordo com um recente artigo no The Huffington Post alguns desses hábitos podem não ser tão saudáveis em longo prazo:

1. Beber muita água

1,5 de água, nem um centilitro a menos. Todos concordam que a água é vida e você tem que beber tanto quanto possível para ser saudável. Mas cuidado, se a água é realmente necessária para a nossa sobrevivência, a ingestão excessiva também é ruim, porque pode reduzir a concentração de sal no sangue, e isso é perigoso. Como as garrafas de plástico, componentes químicos podem contaminar e alterar nossos níveis de hormônio.

Não há necessidade de beber dois litros de água por dia.

2.Tomar coquetel sem álcool

Se você acha que a substituição de um coquetel tradicional, preparado com um suco não alcoólico, está fazendo um favor para o seu corpo, pode estar enganado. Os coquetéis estão saturados com o açúcar refinado, que, segundo os pesquisadores, é tão destrutivo e viciante quanto o álcool. Então, para desfrutar de uma bebida saudável é preferível optar por suco de frutas frescas em vez de sucos e néctares fabricados com produtos químicos.

3. Discutir problemas

“A comunicação é a chave”, pode ser lido em muitas revistas femininas. Infelizmente, esta máxima de psicologia poderia ter o efeito oposto sobre o nosso humor.

De acordo com um estudo da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, “ruminar” e analisar o mesmo problema, uma e outra vez pode causar estresse, ansiedade e levar à depressão. A melhor maneira de sair deste círculo é se concentrar mais na solução do que no problema em si.

4. Praticar esportes na parte da manhã

Sim, a atividade física regular é boa para a saúde. Mas desde que se mantenha uma regularidade, não adianta ser um corredor de domingo, ou seja, cair da cama e sair fazendo flexões, isso não é bom.

Muito pelo contrário, é melhor ir para uma corrida após o trabalho. Um pesquisador da Brunel University descobriu que o treinamento físico no início da manhã poderia enfraquecer o sistema imunológico e abrir a porta para infecções virais. Por isso, é melhor reservar o exercício mais intenso após o meio-dia.

5. Tomar suplementos alimentares

As vitaminas A, B, C ou D são necessárias para a saúde. No entanto, é aconselhável adotá-los como substitutos de outros suplementos alimentares. Vários estudos têm demonstrado que a ingestão excessiva de vitaminas, tais como magnésio, ferro, ou a vitamina B6 pode aumentar o risco de morte em mulheres mais velhas.

Uma overdose de vitamina E pode fazer você correr o risco de ter câncer de próstata. Então jogue essas cápsulas fora e coma mais frutas e vegetais.

6. Lambuzar-se de protetor solar

Desde muito anos nos empurram campanhas de prevenção do câncer de pele. Cada verão são mais agressivos e claro, com o temor que eles nos transmitem, quem se atreve a ficar sem protetor solar?

É claro que o filtro solar é importante, mas se você quer evitar ter que recorrer às vitaminas artificiais listadas acima, note que a exposição à luz UV é essencial, uma vez que evita a deficiência de vitamina D. Passe dez minutos por dia no sol (evitando as horas críticas), isto é bom e saudável.

7. Comer alimentos “light”

A demanda por alimentos saudáveis e leves aumentou tanto quanto as vendas. No entanto, o consumo é uma isca para eliminar ‘gordura boa’, como ômega-3. Aboli-la pode ser prejudicial à saúde.

O ácido encontrado no peixe e nozes é essencial para o funcionamento adequado do cérebro e do coração, e pode prevenir a artrite. Lembre-se, a chave é comer de tudo “com moderação”.