Stevia é uma planta de origem americana, que além de suas propriedades medicinais, também apresenta propriedades edulcorantes. Essa planta produz um adoçante natural que tem o mesmo nome.

Enquanto são reconhecidos muitos benefícios, existem também estudos que estabeleceram uma relação entre a estévia e esterilidade, o que causaria efeitos adversos sobre a fertilidade.

Stevia é um adoçante natural que não tem calorias e pode substituir o açúcar. Embora amplamente conhecido com propriedades medicinais e adoçantes, existem estudos científicos que estabelecem uma relação entre o consumo de estévia e esterilidade. Aparentemente, a administração constante de extrato aquoso de stevia produziria uma redução no volume dos testículos, vesículas seminais e da concentração de espermatozoides. Por outro lado, essa pesquisa constatou uma diminuição nos níveis de testosterona no plasma, o responsável por esses efeitos adversos sobre a fertilidade seria o esteviosídeo ativo.

Mas é importante notar que assim como existem estudos que determinam esses efeitos sobre a saúde, existem outras pesquisas que comprovam que o uso da estévia é seguro quando usado como um adoçante sem afetar a fertilidade.

Quando se trata de adoçantes, a controvérsia está definida e a estévia não é uma exceção a esta discussão. Portanto, é sempre aconselhável levar em conta as recomendações de ingestão diária admissível (DDA).