O fígado produz a bílis, a qual é composta por colesterol, lecitina e sais minerais biliares. Isto auxilia a digestão, especialmente das gorduras na parte superior do intestino delgado. Se não existe nenhum alimento, a bílis é depositada e concentrada na vesícula biliar e, em seguida, retorna para o intestino quando necessário.

No entanto, o excesso de colesterol produz pequenos cristais em torno dos quais se acumulam substâncias sólidas formando cálculos ou pedras na vesícula. Estes, quando adquirem um grande tamanho, podem bloquear um dos condutos biliares que conectam a vesícula com o fígado e o intestino delgado causando dor intensa, náuseas, vômitos; os sintomas desaparecem logo que o cálculo retorna para a vesícula ou é empurrado até o intestino e, posteriormente eliminado.

Leia também: “Cálculos Biliares: O Que É, Sintomas, Causas e Prevenção“.

Os fatores que predispõem ao aparecimento são:

  • Herança.
  • Diabetes.
  • Consumo de contraceptivos orais ou estrogênio suplementar.
  • Obesidade.

Existem remédios caseiros que podem ajudar na prevenção e controle de doenças vesiculares, como os seguintes:

Remédios Caseiros Para Cálculos Biliares

  • Ferva várias folhas de abacate em um copo de água durante 5 minutos. Retire do fogo e tome ainda quente três xícaras por dia.
  • Ferva uma alcachofra pequena inteira, previamente lavada, em meio litro de água durante 10 minutos. Retire do fogo e tome ao longo do dia. Certifique-se de que a bebida esteja quente.
  • Beba uma xícara de infusão de menta uma hora após as duas principais refeições do dia. Essa infusão é benéfica, já que estimula a produção de bílis.
  • Tomar um copo diário de partes iguais de suco de beterraba e alface reduz o tamanho das pedras maiores e diluí os pequenos cristais antes que se tornem cálculos biliares.
  • Dormir sobre o lado direito acelera a sua eliminação (segundo crenças em certas regiões da América Latina).
  • Tome uma colher de chá de azeite de oliva em ½ xícara de suco de toranja antes do café da manhã todos os dias. O azeite de oliva estimula a produção de bílis e alivia a dor, atuando como um lubrificante para facilitar a eliminação dos cálculos biliares.
  • Bata e tome 200 gramas de agrião em 1 litro de água entre doses diárias, durante 30 dias seguidos.
  • Ferva 20 gramas de cavalinha em 1 litro de água. Esta preparação deve ser consumida em três doses diárias, durante 10 dias seguidos.
  • Tome uma colher de sopa de suco de salsa ao se levantar todas as manhãs e, em seguida, repita várias vezes durante o dia. Se o forte sabor da salsa for desagradável é possível misturar com suco de cenoura.
  • Ferva 30 gramas de boldo em 1 litro de água. Tome em forma de chá ou decocção esta quantidade diária em três doses durante 15 dias consecutivos.
  • Misture partes iguais de folhas de boldo, raiz de dente de leão, sementes de erva-doce e casca de laranja amarga. Coloque uma colher de sopa da mistura desses ingredientes em um copo de água. Ferva durante 3 minutos, deixe repousar e coe. Tome 3 xícaras ao dia, após as refeições, adoçado com mel de tomilho.
  • Lave e pique um rabanete. Lave, corte ao meio e extraia o suco de um limão. Coloque os ingredientes no liquidificador. Bata por alguns segundos. Coe e beba uma pequena porção a cada meia hora. Repita a ação no dia seguinte, mas a cada duas horas, até sentir melhorias.
  • Consuma aipo e alcachofras em uma salada.
  • Consuma, durante quatro dias, cinco vezes ao dia, ½ xícara de vinagre de maçã misturado com 2 colheres de sopa de azeite de oliva virgem, com o objetivo de expelir o cálculo.
  • Consuma 2 colheres de sopa de grânulos de lecitina em dias alternados (um dia sim e outro não), já que parece que evita a formação de cálculos, logo que estes são expulsos.
  • Despeje 2 colheres de sopa de borragem em um copo de água que está fervendo. Cubra, filtre e tome ainda quente. Este remédio ajuda a limpar o fígado e a vesícula biliar.
  • Ferva durante 10 minutos várias folhas da chicória em 1 litro de água. Cubra e deixe esfriar. Tome ao longo do dia.
  • Prepare uma mistura de partes iguais de boldo, angélica, alcachofra, dente de leão e fumaria. Extraia 1 colher de chá, a qual se despeja em um copo que está fervendo. Beba uma xícara após as refeições.
  • Reduza a pó os seguintes ingredientes: 20 gramas de raiz de genciana, 40 gramas de ruibarbo, 20 gramas de boldo, 20 gramas de alecrim e 40 gramas de sementes de anis. Tome 1 colher de chá da mistura diluída em um pouco de água, antes das refeições.
  • Lave e corte em pedaços um nabo branco cru e coloque em um liquidificador com um pouco de água. Misture por alguns instantes. Este remédio previne a formação de cálculos biliares e ajuda a reduzir o colesterol ruim.
  • Ferva 30 gramas de flores e folhas de unha de gato (planta) em um litro de água por 10 minutos. Após esse tempo, retire do fogo, coe e deixe esfriar. Tome 3 xícaras por dia.

Recomendações

• Evite alimentos picantes ou vegetais que causam gases, como couve de Bruxelas e repolho, já que algumas vesículas reagem negativamente a estes alimentos.

• Limite as gordura a pelo menos 25% do total de calorias, e concentre-se em consumir frutas, legumes e grãos integrais, que têm um alto teor de fibras.

• Manter uma dieta rica em fibras (farelo não processado) ajuda a evitar a formação de cálculos biliares ao estimular o fígado a produzir bílis, e impedindo que se reabsorva. Da mesma forma, é benéfico o consumo de maçãs, peras, beterraba e soja.

• Evite o consumo de quantidades excessivas de álcool, doces e produtos com farinha branca, já que são metabolizados como gordura e aumentam o risco de problemas de vesícula.

• Remova da dieta as carnes, especialmente vermelhas que contêm um alto nível de colesterol; prefira em seu lugar o peixe e as carnes brancas (aves), cozidas a vapor, assadas ou grelhadas.