A onicofagia ou roer as unhas, é uma patologia de caráter psicológico relacionada, geralmente, com a má gestão de emoções, tais como nervosismo, medo e ansiedade.

Por essa razão, não é de estranhar que roer as unhas possa se agravar em situações de estresse elevado, tais como período de avaliações escolares (em crianças) ou de desemprego e divórcio (em adultos), mas em outros casos, se trata de uma forma de autopunição para canalizar algum sofrimento.

A pessoa que sofre não somente rói as unhas como também a cutícula e os tecidos macios que estão ao redor.

Crianças e adultos jovens são mais propensos a desenvolver onicofagia, e é mais comum entre os homens, já que eles podem se preocupar menos com a aparência estética das suas unhas.

É importante observar que roer unhas não afeta somente a aparência, mas também a saúde, já que pode:

  • Conduzir ao sangramento e feridas nas cutículas.
  • Aumentar as chances de contrair infecções por bactérias ou fungos de unha.
  • Provoca deformidades nas unhas.
  • Causar problemas dentários (cáries, desgaste do esmalte dos dentes, etc.) lesões na gengiva, e aftas devido à transmissão de germes da mão para a boca.
  • Leva a doenças do estômago se as unhas são engolidas.
  • As unhas engolidas podem ficar enroscadas na laringe ou serem aspiradas pelos pulmões.

Remédios Populares

A eliminação da onicofagia não é fácil, uma vez que na maioria dos casos as pessoas não percebem quando começam a roer as unhas. No entanto, existem remédios caseiros e naturais, que podem ajudar a combater esta prática.

  • Despeje 2 colheres de chá de valeriana em uma xícara de água fervendo. Cubra e deixe esfriar. Coe e beba uma xícara deste chá por dia. Este remédio é um calmante natural.
  • Despeje 2 colheres de chá de passiflora em um copo de água que está fervendo. Cubra e deixe esfriar. Coe e beba um copo deste chá. Este é outro relaxante natural.
  • Mastigar um pedaço de raiz de gengibre previamente lavado para reduzir a ansiedade.
  • Mascar chicletes sem açúcar.
  • Apertar uma bola anti-estresse ou qualquer outro objeto durante alguns minutos para resistir à tentação de morder as unhas.
  • Cobrir as unhas com suco de limão, esfregá-las com alho ou outras substâncias de gosto amargo.
  • Recomendações

    Ter uma grande dose de autodeterminação, perseverança e motivação para combater e eliminar a onicofagia.

    Use luvas de algodão leve para evitar roer as unhas em casa.

    Praticar técnicas de relaxamento, como a meditação para reduzir a ansiedade e o estresse.

    Fortalecer o autocontrole. Para fazer isso, você deve colocar o dedo dentro da boca, sem morder as unhas. Comece com pelo menos um minuto e, gradualmente, aumente o tempo.

    Corte as unhas em forma redonda mais próxima da pele do dedo e elimine as arestas para evitar cair na tentação de mordê-las.

    Mantenha um diário para registrar quando e onde as unhas foram mordidas para determinar a causa exata.

    Procure uma dieta rica em serotonina, vitamina B e Ômega-3, que se encontram em alimentos como leite, aveia, nozes, chocolate, peixe, etc.

    Não use esmaltes de sabor amargo, já que ao raspar as unhas com os dentes para removê-lo você pode ingeri-lo podendo ser prejudicial à saúde.

    Use (no caso das mulheres) unhas postiças de acrílico ou gelatina.

    Receba ajuda psicológica se o hábito persistir apesar dos remédios e recomendações apresentadas.