À genciana é uma erva perene, pertencente à família das gencianáceas, que alcança uma altura de até 1,2 metros.

Quanto as suas folhas, são de cor verde, ovaladas, opostas e grandes e, aquelas que estão localizadas na base, são reunidas em uma roseta.

As flores de genciana são de cor amarela ou laranja e a floração começa no início do verão.

Com relação aos seus frutos, são do tipo cápsula que termina em uma ponta cônica e dentro suas sementes se apresentam aladas. A raiz de genciana é longa, carnuda e se recolhe depois de 10 anos de vida.

Seu nome provavelmente se deriva do Gencio, o rei da Ilíria, que foi o descobridor de suas virtudes medicinais.

A genciana foi muito popular entre os romanos que a cultivavam para curar os transtornos intestinais, contra os parasitas e inclusive Plínio, o Velho, em seu livro História Natural, diz que esta erva, é considerada um bom antídoto para veneno de serpentes.

No século XIV, a genciana era utilizada para purificar o fígado, e na Alemanha, no século XVI, recomendava-se mastigar pedaços de genciana para reforçar o sistema digestivo.

Atualmente, a genciana é usada tanto no mundo da medicina natural, como na culinária como ingrediente básico em aperitivos e licores amargos como Angostura.

Propriedades curativas de genciana

A raiz de genciana apresenta princípios ativos como taninos, amargos como a gência picrina e a amarogenciana (a substância mais amarga que se conhece) e glicosídeos (gentiopicrin, genciomarina e genciina). Também contém vários açúcares e pectinas.

Devido precisamente por sua ação amarga, a raiz estimula a secreção de todas as glândulas digestivas, incluindo as glândulas salivares. Por essa razão, abre o apetite (combatendo assim a anorexia) e auxilia a digestão.

Também pode ser útil no alívio de gastrite crônica, que se apresenta com baixa secreção de sucos gástricos e flatulência. Quanto aos casos de convalescença de uma doença prolongada, também exerce controle efetivo.

A genciana tem uma ação colerética e colagoga. Ou seja, beneficia o fígado e a vesícula biliar, uma vez que estimula a secreção da bílis e o esvaziamento para o duodeno.

Se uma pessoa cai de certa altura e atinge importantes órgãos internos onde se estagna o sangue, encontrará alívio com uma decocção (Técnica de laboratório para analise química) de raiz de genciana, pois esta espalha o sangue estagnado.

Recentemente, descobriu-se que o cozimento da raiz de genciana, fortalece o sistema imunológico contra infecções devido a um aumento na produção de leucócitos (glóbulos brancos), o que representa uma grande ajuda para prevenir constipações e gripe.

Pode-se empregar a genciana de forma externa como um tônico capilar que promove o crescimento do cabelo e para clarear as manchas da pele.

Remédios Caseiros Populares com genciana

  • Remédio com genciana para estimular o apetite: lave bem e corte um pequeno pedaço de raiz de genciana crua. Deixe dissolver com a saliva e, embora tenha um gosto amargo, seus efeitos são quase imediatos.
  • Remédio com genciana para indigestão: despeje uma colher de sopa de raízes de genciana com 1 colher de sopa de camomila e algumas gotas de mel em uma xícara de água fervendo. Cubra e deixe descansar por 5 minutos. Tome um copo quando você sentir desconforto.
  • Remédio com genciana para flatulência: ferva 1 colher de sopa de raiz de genciana por 5 minutos em 1 xícara de água. Tome 3 xícaras ao dia uma antes das refeições; para dar outro sabor, adicione alguns grãos de anis estrelado.
  • Remédio com genciana para o fígado gordo: misture partes iguais de genciana, boldo e cardo de leite. Deixe repousar a mistura durante a noite em água e beba em jejum, uma colher de sopa por meio copo de água, adicionando algumas gotas de suco de limão para melhorar o sabor.
  • Remédio com genciana para remover as manchas das mãos e do rosto: misture 1 colher de chá de genciana e um dente de leão em meio copo de água. Ferva durante 5 minutos, deixe esfriar, coe e adicione algumas gotas de limão. Molhe uma bola de algodão e aplique sobre as manchas para clareá-las. Evite expor a área ao sol por várias horas.

Receitas Caseiras a Base de Genciana

Vinho de Genciana

Ingredientes

  • 30 gramas de raízes de genciana
  • 1 litro de vinho branco ou xerez

Deixe marinar os ingredientes durante nove dias, então coe e coloque em uma garrafa. Geralmente se toma um copo desta bebida antes ou depois das refeições.

Outras opções são prepará-lo com a mesma quantidade de vinho do Porto e 50 gramas de raiz de genciana ou reduzir a genciana a 10 ou 15 gramas e adicione outro tanto de casca de laranja amarga.

Você também pode preparar um vinho com 25 gramas de tintura de genciana e meio litro de vinho de Málaga ou de madeira. Misture os ingredientes e beba um copo, como aperitivo, antes das refeições.

Precauções

Evite o seu consumo no caso de mulheres que estão grávidas ou amamentando devido ao seu sabor amargo que passaria para o leite, resultado desagradável para o bebê.

Evite o abuso de álcool em doses excessivas, por que pode causar vômitos e se você sofre de hiperacidez (úlceras gastroduodenais, por exemplo).
As pessoas nervosas devem evitar o consumo, pois a genciana causaria mais irritação.