A enurese é a incapacidade de reter a urina ou a micção involuntária em crianças que já ultrapassaram cinco anos, e que deveriam ser capazes de controlar a bexiga.

Este transtorno se apresenta com maior frequência nos meninos do que nas meninas.

Esta pode ser completa ou parcial, diurna ou noturna, e devido a causas funcionais ou determinados padrões de comportamento.

A causa mais comum da incontinência urinária em crianças pequenas é o tamanho da bexiga, que é geralmente muito pequena. No entanto, no caso das crianças mais velhas pode ser causada por distúrbios de comportamento, alergias alimentares, entre outros.

Abaixo apresentamos vários remédios caseiros e populares utilizados ​​para aliviar e combater a enurese.

Remédios Caseiros para Enurese

  • Prepare sucos de cenoura, beterraba e pepino. Devem ser consumidos uma ou duas vezes por dia.
  • Dê a criança, antes de ir dormir, um pedaço de canela em pau para mastigar.
  • Dê a criança, no jantar, uma salada que contenha folhas de uma planta chamada dente de leão.
  • Faça a criança interromper o fluxo urinário e em seguida continuar. Em seguida, faça com que a criança repita cerca de 10 vezes. As frequentes repetições dessa atividade promovem um tom e controle dos músculos da bexiga que podem ajudar a criança a controlar a micção.
  • Dê à criança, em jejum, uma colher de sopa de pólen. (Nota: Não administre este medicamento a crianças menores de três anos ou que sofrem de alergia ao pólen).
  • Aplique uma massagem com óleo de amêndoas quente na barriga e nas costas até a altura dos rins.
  • Aplique na área da bexiga um pano de algodão, como cataplasma, que contenha sementes de linhaça aquecidas. Este remédio é eficaz quando a enurese é causada por um resfriado.

Recomendações

• Reduzir a ingestão excessiva de líquidos durante a noite, especialmente uma hora antes do sono da criança. Isto irá diminuir as chances de que ocorram episódios enuréticos enquanto a criança dorme.

• Evitar que a criança consuma bebidas e alimentos que contenham cafeína (como refrigerantes e chocolate), especialmente à noite, uma vez que estes têm efeitos diuréticos que estimulam a urina.

• Certifique-se de que a criança vá frequentemente ao banheiro, especialmente 30 minutos antes de ir para a cama e antes de dormir. Isso garante que a criança esvazie a bexiga, pelo menos durante a primeira parte do sono. Se desejarem, os pais podem despertar a criança em torno de 2h00 para ir ao banheiro novamente.

• Adote uma atitude positiva em relação às crianças com enurese onde não se admoeste, repreenda, ameace ou reprove a criança, mas, ao contrário, se estimule ao primeiro sinal de melhora.

• Incorpore a criança tarefas matutinas de ventilação do quarto e recolher suas roupas para lavar, isso ajudará a criança a se identificar, embora com o problema. Essa ação não deve ser vista como punitiva, mas apenas um reconhecimento do que é responsabilidade da criança.

• Proteja o colchão com plástico. Existem no mercado cobertas plásticas com zíper, as quais são utilizadas para proteger o colchão. Quando a criança molha a cama, o líquido não se infiltrará no colchão e, portanto, haverá menos para limpar.

• Certifique-se de que a criança durma o suficiente, já que quando privados do sono podem dormir tão profundamente que a necessidade de micção não os despertará. Para isso, é necessário estabelecer um cronograma de início e regular para levar a criança para a cama.

• Comprar um alarme para a cama. Existem alarmes para cama que são ativados pela umidade, o qual ajudará a criança a reconhecer a sensação e despertar antes de ter que urinar.

• Não permita que a criança assista televisão uma hora antes de deitar. Muitos programas de televisão têm conteúdo violento ou causam algum tipo de medo nas crianças e quando estes estão alterados, tendem a produzir mais urina.

• Abrigue bem a criança com cobertores à noite, durante a estação fria, já que esta pode estimular a enurese.

Consulte o pediatra se o seu filho:

  • Se queixa de dor abdominal, nas costas ou febre.
  • Acorda regularmente durante a noite com muita sede.
  • Se molha por igual durante o dia e a noite.
  • Tem dor ao urinar.
  • Urina com odor desagradável.
  • Se molhar de novo, depois de meses permanecendo seco.

Estes sintomas que podem indicar a existência de uma razão física para enurese, como infecção urinária, diabetes, ou anomalias físicas ou anatômicas.