Os cálculos ou pedras nos rins (cálculos renais) desenvolvem-se na urina a partir de sais minerais, tais como o oxalato de cálcio e/ou sosfato, e do ácido úrico.

Este último geralmente afeta as pessoas com gota e outras se originam de infecções do trato urinário.

Durante anos, as pessoas que têm cálculos não apresentam sintomas visíveis até que de repente começam a sofrer de cólicas nefríticas.

Estes cálculos podem ser dissolvidos, em alguns casos, com remédios populares como os seguintes:

Remédios Populares

  • Um método utilizado pelos índios do Novo México para dissolver as pedras nos rins consiste em tomar, aos primeiros sinais, um copo de suco de limão recém espremido no qual será introduzido um ovo de peru (sem casca).
  • Nas comunidades Amish localizadas nos Estados Unidos são diluídas as pedras nos rins mediante infusões de folhas de abacate pedras e grandes quantidades de suco de maçã recém espremido.
  • As algas Fucus são muito eficazes na dissolução de cálculos renais. Para isso, devem ser tomadas diariamente, seja como alimento ou como pílulas.
  • Um remédio cigano para as pedras nos rins consiste em misturar meio litro de leite quente com a mesma quantidade de vinho. Retira-se o creme que se forma e acrescenta um bom punhado de flores de camomila. Em seguida, leve ao fogo até que se dissolva bem. Beba uma xícara por dia, especialmente quando se sente as cólicas.
  • Um remédio antigo alemão indica que se devem beber quatro ou cinco garrafas de cerveja preta aquecidas até ferver para eliminar as pedras nos rins.
  • Para ajudar a eliminar as pedras, recomenda-se beber bastante suco de pepino.
  • Para aliviar a dor de pedras nos rins, você deve ferver uma onça de gengibre fresco em um litro de água por dez minutos. Em seguida, coloque panos molhados e quentes com esta preparação onde você sente dor ou cólicas.
  • Outro remédio para a dor consiste em colocar um cataplasma de farelo de trigo e água quente.
  • Para eliminar areia e pedras, deve-se comer diariamente uma quantidade notável de agrião ou beber ¼ de xícara de suco espárragos duas vezes ao dias.
  • Despeje dois punhados de raiz de dente de leão em um copo de água e depois de ferva, deixe descansar por meia hora aproximadamente. Esta infusão, tomada três vezes por dia durante dois meses, ajudará a prevenir as dores dos cálculos e os dissolve.
  • Ferva, durante 10 minutos, a barba de sete espigas de milho em meio litro de água. Coe e beba diariamente.
  • Lave e corte em pedaços três rabanetes, coloque-os dentro de em um copo com água e polvilhe 1 colher de sopa de açúcar. Deixe marinar durante 12 horas e em seguida coe para obter um xarope. Tome duas colheres de sopa em jejum até que os cálculos sejam expelidos.
  • Despeje 3 colheres de sopa de cavalinha, 3 de camomila em um litro de água que está fervendo. Beba pelo menos três xícaras por dia até que sejam expulsas as pedras.
  • Ferva por 5 minutos, 1 colher de sopa de grama e outra de sementes de linho em uma xícara de água. Passado esse tempo, retire do fogo e deixe esfriar. Tome 2 xícaras por dia.
  • Ferva por 15 minutos, 100 gr. de nozes de espinheiro em um litro de água. Tome 2 ou 3 xícaras por dia. Este remédio tem a fama de eliminar de forma rápida as pedras nos rins.

Recomendações

Existem várias recomendações que ajudam a combater as pedras nos rins:

  • Tome, pelo menos, 8 copos de água.
  • Consuma fibras (pelo menos 18 gramas por dia) e alimentos que contenham vitamina A e B, já que foi comprovado por estudos que reduzem a quantidade de cálcio na urina e, assim, diminui a probabilidade de gerar os cálculos.
  • Reduza a quantidade de proteína animal, já que ela dá trabalho extra para os rins. Portanto, recomenda-se consumir mais peixe.
  • Verifique os medicamentos que estão sendo consumidos, já que existem antiácidos que são vendidos sem receita que contêm quantidades elevadas de cálcio, o que pode contribuir para a formação de pedras nos rins.
  • Evite o consumo de feijão, beterraba, espinafre, amoras, couve-flor, repolho, alcachofras, couve. Além disso, o sal, as salsichas, a mostarda e os temperos em geral.
  • Mantenha-se em atividade (faça exercícios, caminhe, etc.), já que as pessoas sedentárias tendem a acumular uma grande quantidade de cálcio na corrente sanguínea, enquanto que a atividade ajuda a restaurar o cálcio para os seus ossos.
  • Evite dormir do lado direito, se você sofre de pedras nos rins. De acordo com estudos realizados, a posição assumida durante o sono influencia na hemodinâmica renal, ou seja, no fluxo e na pressão da urina. Aparentemente, 76% das pessoas que sofrem de pedras nos rins dormem sempre do lado direito, embora não se conheça a relação exata entre uma coisa e outra. Por isso, se você tem tendência a sofrer desta doença, o melhor é tentar dormir de costas colocando um travesseiro sob os joelhos.
  • Leve o cálculo ao médico, se o expeliu, para analisá-lo em um laboratório e assim poder determinar o tipo de pedra e te ajudar a evitar outra no futuro.
  • Não deixe de consultar o seu médico o mais rápido possível, se você apresenta os seguintes sintomas:
  • Dor intensa.
  • Sangue na urina.