O enxague é uma preparação amplamente utilizada após a escovação dos dentes. Muitas pessoas preferem fazer seus próprios bochechos caseiros, já que os comerciais contêm ingredientes químicos, como álcool etílico, que podem ressecar ainda mais a boca ou deixar a garganta seca.

Os enxagues bucais caseiros podem combater não apenas as bactérias que causam mau hálito, gengivite, doença periodontal, cárie dentária e as aftas e também podem ser usados para acalmar uma garganta irritada, rouquidão e até mesmo ajudam o sistema cardiovascular.

De acordo com pesquisas, os germes que causam desconforto nas gengivas (gengivite) penetram na corrente sanguínea e estimulam a formação de coágulos que causam ataques cardíacos e derrames. Daí a importância de usar os enxagues bucais de forma regular.

No entanto, o enxague não é uma invenção nova, já que o antigo sistema de cura indiano conhecido como Ayurveda, o usava, como remédio curativo, há milhares de anos.

A ayurveda acredita que um bochecho com óleos vegetais melhora o sono e aumenta o poder da mente, clareia os dentes e rejuvenesce as gengivas.

Plantas Usadas Para Fazer Enxagues Bucais Caseiros:

Gel de aloe vera. Esta planta é conhecida por ter propriedades antifúngicas e antibacterianas.

Óleo essencial de bergamota. Esta é uma fruta de cor amarela semelhante a um limão, mas com o tamanho de uma laranja. Seu óleo essencial possui propriedades antissépticas e calmantes.

Óleo da árvore do chá. O óleo da árvore do chá é outro grande curador de usos múltiplos devido as suas virtudes antibacterianas, antissépticas, antivirais e antifúngicas.

Manjericão. Esta é uma erva com um odor forte, mas doce. As pesquisas têm demonstrado que o óleo de manjericão é antiviral, antioxidante, antimicrobiano, e tem propriedades contra o câncer.

Canela. Esta especiaria contém antioxidantes e agentes antimicrobianos e, devido a isso, pode inibir o crescimento de bactérias.

Cravo. Contém propriedades antissépticas e antioxidantes. É importante observar que o óleo de cravo alivia a dor de dente quando aplicado a uma cavidade ou um dente com cárie.

Gengibre. Tem propriedades anti-inflamatórias.

Limão. O suco de limão é adstringente e contrai o tecido ao engolir e combate os germes.

Mel. O mel reveste a garganta e um antibacteriano leve.

Mirra. É altamente adstringente, é uma super-planta no combate a inflamação. Além disso, é antisséptica.

Leia também: “Como Ter Uma Higiene Bucal Adequada“.

Receitas de Enxagues Bucais Caseiros:

Enxague para o mau hálito ou halitose: Despeje 1 a 2 colheres de chá de cravo em uma xícara de água que esteja quente. Realize vários enxagues depois da escovação.

Enxague para garganta dolorida ou rouquidão # 1: Misture 1 limão em uma xícara de água quente. Dissolva 1 colher de chá de sal em uma xícara de água quente e adicione uma colher de sopa de água oxigenada para matar os germes.

Enxague para garganta dolorida ou rouquidão # 2: Despeje em ½ xícara de água quente uma colher de chá de gengibre em pó; adicione o suco de ½ limão e 1 colher de chá de mel.

Enxague para garganta dolorida ou rouquidão # 3: Coloque 10 gramas de folhas de amora em 100 ml de água. Ferva durante 15 minutos. Coe, adoce com mel e use duas vezes por dia. As folhas de amora contêm tanino, que é tanto antisséptico como antifúngico.

Enxague para gengivite: Faça bochechos com clorofila. É necessário tê-lo na boca por cerca de cinco minutos aproximadamente. Isto ajuda a fortalecer as gengivas fracas e doentes e alivia a dor de dente.

Enxague para gripe (em seu início) # 1: Misture molho de Tabasco em água. O molho picante faz com que você transpire de forma rápida e abre as vias aéreas bloqueadas.

Enxague para gripe (em seu início) # 2: Adicione 2 colheres de chá de tintura de equinácea a uma xícara de água e faça bochechos e gargarejos várias vezes ao dia. Este enxague pode aliviar a dor de garganta própria da gripe e proporcionará ao seu sistema imunológico o reforço que necessita para combater a infecção.

Enxague para laringite: Despeje 1 colher de chá de tintura de mirra em 1 xícara de água. Faça bochechos e gargarejos várias vezes ao dia, pode ser necessário um pouco de esforço, mas funciona muito bem.

Recomendações:

  • Prepare uma mistura para cada uso. É melhor gastar um pouco e descartá-la do que deixá-la no recipiente, já que pode ser contaminada com bactérias.
  • Use água quente, tanto quanto você pode tolerar. As preparações frias não são eficazes.
  • Não engula o material. Você deve cuspir.