Estrogênios naturais ou fito-estrogênios são encontrados em produtos vegetais, por isso eles estão presentes em muitos dos alimentos que comemos. No corpo, os fito-estrógenos agem como o estrogênio produzido naturalmente.

Existem três principais classes de fito-estrogênios: isoflavonas, lignanas e cumestanos.

Feijão e legumes são especialmente ricos em isoflavonas; assim como os grãos de soja e produtos derivados que são a fonte mais rica. Outros alimentos ricos em fito-estrógenos isoflavonas são feijão, grão de bico, ervilhas, amendoins e brotos de trevo. Os alimentos processados que são feitos com soja, tais como hambúrgueres e fórmulas infantis, também são ricos em isoflavonas.

Os cumestanos são encontrados em altas concentrações em alguns grãos, tais como ervilhas, feijões, os alimentos com a maior concentração de cumestanos são o trevo e a alfafa e são encontrados em maior concentração durante a fase de germinação, de modo que os brotos são uma fonte rica.

Os lignanas tendem a ser encontrados em alimentos que também são ricos em fibras, e a maior quantidade de lignanas se encontra nas sementes de linhaça. Outras fontes de lignanas são as sementes; sementes de gergelim, sementes de papoula e sementes de girassol.

Os produtos feitos com farinha de trigo e grãos de centeio e arroz branco também são fontes de lignanas. Frutas vermelhas, pêssegos, peras, uvas, cerejas, tangerina, kiwis, ameixas, laranjas e damascos contêm lignanas, sendo este último o grande contribuinte.

As fontes vegetais de lignanas são brócolis, couve-flor, couve de bruxelas, repolho, cebola, alho, alho-poró, vagem, pimentão vermelho e verde, cenoura, espinafre, pepino, tomate e o mais rico de todos, é a couve. Outros alimentos ricos em lignanas incluem extrato de tomate, tofu e chocolate.