Tendemos a nos concentrar na medicina ocidental sem levar em conta outras alternativas. Uma delas pode ser a medicina chinesa tradicional, altamente valorizada a nível mundial, sendo uma de suas modalidades mais importantes a medicina herbal. Seus benefícios, cada vez mais comprovados, são muito populares entre as mulheres, pois ajudam a lutar contra a Síndrome Pré-Menstrual, os desconfortos da gravidez e a depressão pós-parto.

O Que É Medicina Chinesa?

Esta metodologia asiática, correspondente a medicina chinesa, baseia-se no uso de ervas e plantas, e é utilizada durante séculos, com excelentes resultados. Na verdade, atualmente a medicina tradicional chinesa é reconhecida como um dos ramos de tratamentos terapêuticos da Medicina Tradicional Chinesa (MTC). Seu sucesso se deve em grande parte ao fato de estar mais focada na prevenção de doenças do que na cura das mesmas, ao contrário da medicina ocidental.

Esta combinação de plantas medicinais e ervas é baseada na filosofia do Ying e Yang, unindo corpo e mente em um todo. Estas duas forças opostas, de acordo com a tradição chinesa, regulam o chi, que é a energia vital que nos afeta e a tudo que nos rodeia. Quando existe um desequilíbrio entre os dois, a medicina chinesa tenta compensá-lo conseguindo o bem-estar do corpo e da mente. Por isso, a medicina tradicional chinesa também é aplicada em caso de problemas psicológicos.

Benefícios da Medicina Chinesa Para a Mulher

A mulher pode se beneficiar especialmente destes métodos, pois são bem conhecidos por seus bons resultados em tratamentos de fertilidade e durante a gravidez. E não apenas isso, mas através desta medicina tradicional chinesa é possível facilitar a dilatação de forma totalmente natural durante o parto, e também é capaz de evitar um parto prematuro. Atua também contra os sintomas da depressão pós-parto.

A medicina tradicional chinesa também pode ser uma boa aliada para a mulher durante a menopausa, assim como durante a menstruação, pois regula o ciclo menstrual e reduz os seus sintomas.