Para muitas pessoas foi uma grande criação, alguns dizem que é antiético e vai contra a dilaceração humana natural.

Esta pílula foi criada para disponibilizar para as pessoas uma droga que lhes permite evitar uma gravidez indesejada em um período de menos de 72 horas, no momento de ter relações sexuais. Com foco especial sobre as mulheres que sofrem estupro.

A contracepção de emergência deve ser dada dentro de 72 horas desde o momento da penetração de risco ou sem qualquer proteção. Após esta primeira dose é dada mais uma após 12 horas.

Sua eficácia é quase 100% quando tomada dentro de 24 horas após o evento.

Quando necessário você deve consultar um médico, um centro de planejamento ou um ginecologista, porque você precisa de receita médica para comprar em farmácias.

Para uma mulher que é abusada sexualmente é muito difícil reagir imediatamente devido ao trauma sofrido, mas é muito importante que se foram estupradas e houve penetração ir imediatamente ao médico e pedir para a tomar a droga.

A pílula do dia seguinte é aprovada pela Organização Mundial da Saúde e as agências reguladoras de medicamentos na Europa, América, Ásia e América Latina.

Para pessoas sexualmente ativas deve-se preparar e planejar o dia da pílula. Com o uso de métodos anticoncepcionais tradicionais, que podem ser adquiridos com seu médico pessoal ou em centros de planejamento familiar.

Para mais informações, recomendamos a leitura do artigo “Pílulas Anticoncepcionais: Mitos e Realidades”.