São bem conhecidos os inúmeros benefícios da dieta mediterrânea para a saúde. Esta dieta, uma das mais saudáveis, completas e equilibradas, é nossa grande aliada, já que nos ajuda a garantir as nossas defesas e a saúde do nosso organismo, retardando o envelhecimento e as doenças que o acompanham, além de prevenir o surgimento de numerosas enfermidades. É também uma dieta com alto valor antioxidante, de modo que também combate a ação dos radicais livres, melhorando a qualidade de vida e prevenindo o aparecimento de doenças degenerativas.

Além disso, de acordo com um estudo espanhol, sabemos agora que a dieta mediterrânea complementada com azeite de oliva e frutos secos reduz significativamente o risco de problemas cardiovasculares. De fato, tem sido demonstrado que o seu consumo regular é 30% mais eficaz do que as dietas pobres em gordura que são rotineiramente recomendadas para reduzir o risco cardiovascular.

A prestigiada publicação “New England Journal of Medicine” inclui o estudo “Prevenção com a dieta mediterrânea”, que “mudará a política de nutricional a nível global”, segundo assegurou Felipe Casanueva, diretor científico do Centro de Pesquisa Biomédica de rede de Fisiopatologia da obesidade e nutrição (CIBERobn).

Assim, uma dieta mediterrânea, que inclua o consumo de 50 gramas de azeite por dia, ou 30 gramas de frutos secos, reduz o risco cardiovascular em 30% em comparação com outra dieta com o consumo moderado de gorduras de todos os tipos.

Leia também: “Dieta Mediterrânea – O que é e Como Fazer a Dieta Mediterrânea“.

Deste modo, a dieta mediterrânea consegue efeitos ainda mais positivos que os fármacos utilizados para controlar as doenças cardiovasculares. Esta forma tão saudável de alimentação pode ser de grande ajuda para as pessoas que apresentam algum fator de risco não desenvolvam patologias como acidente vascular cerebral, infarto do miocárdio ou morram por alguma dessas causas.

Além disso, ao contrário do que muitas vezes se pensa o azeite de oliva virgem e os frutos secos não aumentam o colesterol, mas nos ajudam a controlá-lo. Enquanto isso, a energia que nos oferece os frutos secos nos permite substituir outros alimentos menos recomendados.

Esta descoberta mostra mais uma vez o quanto a dieta mediterrânea é benéfica para a saúde das pessoas.