Ideais para fortalecer os músculos pélvicos, os exercícios de Kegel são fáceis de aprender. Tanto os homens como as mulheres podem se beneficiar deles. Em Saúde Dicas te contamos em que consistem e como começar a praticá-los.

Em 1940, o ginecologista Arnold Kegel, inventou os exercícios que levam seu nome, a fim de fortalecer os músculos pélvicos (ou de apoio), que sustentam o útero, a bexiga e os intestinos. Os exercícios de Kegel são ideais para prevenir a incontinência urinária e para preparar os músculos pélvicos para o parto. Além disso, manter estes músculos tonificados é excelente para combater os problemas que aparecem com a idade avançada.

Enquanto eles são voltados principalmente para as mulheres, os homens também se beneficiam com os exercícios de Kegel, já que podem chegar a controlar a ejaculação e até aumentar o volume de sangue no pênis para conseguir ereções mais firmes.

O que faz com que os músculos pélvicos percam força e elasticidade? A gravidez, o parto, o excesso de peso, sofrer de tosse crônica, a idade e a predisposição genética.

Quando os músculos pélvicos se enfraquecem, os órgãos da pélvis descem e caem sobre a vagina, algo que se conhece como prolapso dos órgãos pélvicos. Isso faz com que você sinta uma pressão desconfortável na parte baixa do abdômen e causará incontinência urinária ou fecal (ou seja, que não é possível controlar essas funções).

Felizmente, existem os exercícios de Kegel! Se você os praticar, especialmente durante a gravidez, verá que a tonicidade dos músculos pélvicos fará você se sentir mais confortável quando se aproxima a data do parto e prevenir que você sofra de incontinência urinária, algo que acontece mais comumente durante a última etapa da gravidez e persiste até após o parto.

Os exercícios de Kegel também são benéficos no nível sexual feminino e masculino: podem ajudar as mulheres que têm problemas para alcançar um orgasmo e os homens com problemas de ejaculação precoce.

Além disso, estes exercícios fortalecem o ânus, algo ideal para quando se aproxima a velhice e se apresentam problemas de incontinência fecal.

Te interessa aprender como fazer os exercícios de Kegel? Embora seja simples aprender esta técnica de exercícios, às vezes pode resultar difícil identificar os músculos de suporte localizados na pélvis, uma vez que não é comum usá-los conscientemente. Aqui estão alguns truques para que você vá se familiarizando:

Dicas Para Aprender os Exercícios de Kegel

  • Quando você vai urinar, tente parar a urina enquanto está saindo. Se você conseguir, aprendeu o movimento básico.
  • Outra técnica é inserir o dedo em sua vagina e tentar apertá-lo com os músculos da vagina. Se você sente que sua vagina se aperta e os músculos se movimentam para cima, você está no caminho certo.

Mas cuidado! Você não deve se acostumar a parar o fluxo de urina enquanto vai ao banheiro, porque isso pode conseguir o efeito contrário: enfraquecer os músculos. Além disso, praticar estas técnicas com a bexiga cheia pode fazer com que você não esvazie completamente e isso aumenta o risco de desenvolver infecções do trato urinário.

Se você já consegue identificar esses músculos, então você pode aperfeiçoar a sua técnica da seguinte maneira:

  • Contraia os músculos de suporte da pélvis e sustente a contração por 3 segundos. Em seguida, relaxe por três segundos e repita essa sequência 10 vezes.
  • Aumente de 3 segundos para 4, alternando as contrações com o relaxamento dos músculos pelo mesmo período de tempo.
  • Tente manter os músculos contraídos por 10 segundos, com intervalos de relaxamento de igual duração.
  • Repita esta rotina 3 vezes por dia.

Em caso de dúvida, consulte o seu médico, que pode te ensinar a isolar os músculos de suporte pélvico sem mover seu abdômen ou as nádegas. Os exercícios de Kegel são tão sutis que você pode fazê-los em qualquer momento do dia. Não é ótimo? Algo tão simples que pode ajudar tanto!