A leitura é muito benéfica para a saúde do nosso cérebro. Para o nosso cérebro gozar de boa saúde, é preciso mantê-lo ativo, que o exercitemos. No entanto, apesar do fato de ser um dos órgãos mais importantes do nosso corpo, nem sempre reservamos tempo suficiente para cuidarmos do nosso cérebro.

Nesse sentido, os especialistas dizem que a leitura é uma das atividades mais benéficas para a saúde, uma vez que foi demonstrado que estimular a atividade cerebral fortalece as conexões neurais.

Um cérebro ativo não só tem melhor desempenho de suas funções, como aumenta a velocidade de resposta. Quando lemos, forçamos nosso cérebro a pensar, para classificar as ideias, conceitos se inter-relacionam, para o exercício da memória e da imaginação, o que melhora a nossa intelectualidade estimulando nosso cérebro.

Leitura também gera tópicos de conversação, o que facilita a interação e as relações sociais, outro aspecto chave para manter seu cérebro exercitado.

Nos últimos anos, tem havido muitos estudos que ligaram o nível de leitura e escrita com o aumento da reserva cognitiva.

Do ponto de vista da neurologia, o conceito de reserva cognitiva tornou-se extremamente importante, não só porque se percebeu que há uma ralação direta entre ele e o funcionamento cognitivo executivo do nosso cérebro a medida que envelhecemos, mas porque tem se mostrado um fator de proteção contra os sintomas clínicos de doenças neuro-degenerativas.

Incentivar a leitura tem outras vantagens para a nossa saúde. Literatura de ficção, por exemplo, pode ajudar a reduzir o nível de estresse, fonte de agravamento em muitas doenças neurológicas, tais como dores de cabeça, epilepsia e distúrbios do sono.

Além disso, ler um pouco antes de ir para a cama pode ajudar a desenvolver boas rotinas de higiene do sono, especialmente se o nossos cérebros estão acostumados a associar esta atividade com a hora de dormir.

Embora a leitura seja boa em qualquer idade, as crianças e os idosos são os dois grupos populacionais que devem ter mais ênfase na promoção da leitura.

Em crianças, é o melhor momento para incutir esse hábito e também o seu cérebro e suas funções ainda estão em desenvolvimento. Ler livros para crianças e incentivar o hábito da leitura e da escrita está se tornando cada vez mais importante, não só para a interação social que ocorre, mas porque aumenta a reserva cognitiva.

Nos idosos, para que eles possam continuar mantendo o cérebro ativo, embora sua atividade seja mais reduzida, a leitura diária é um estímulo para o cérebro.

Se você se interessou por este artigo, sugerimos a leitura de outro dos nossos artigos “Prevenir a Doença de Alzheimer e Promover a Lucidez Mental com a Leitura e Desenvolvimento Intelectual“.