Como educá-los para não cair na obesidade.

A obesidade infantil não é um assunto fácil de se falar e nem uma situação fácil de lidar. Uma criança educada com a comida ruim, ou seja, pobre de nutrientes, desde cedo pode se tornar um potencial obeso. Além disso, os pequenos geralmente têm menor força de vontade do que os adultos e necessitam de mais estímulos e entendimento sobre o assunto. Por esta razão, você só tem que ler este artigo para obter algumas dicas que vão ajudar o seu pequeno a perder peso e, aliás, na educação alimentar para alcançar um objetivo visando o futuro.

Educar Seus Filhos Com Alimentos de Pequeno Porte:

A criança sofre muitas influências do ambiente em que ela vive. Se ela percebe que você tem maus hábitos, provavelmente irá imitar. Se você tem uma cultura de lanches rápidos, refrigerantes açucarados, doces em todos os lugares é melhor tentar adaptar-se à um hábito de vida saudável, pois esse tipo de coisa não vai ajudá-los em tudo. Se de vez em quando você libera esse gosto, é claro, as crianças não terão a sensação de excesso de peso, que muitas vezes é encarada como um castigo. Mas essa situação deve ser respeitada e principalmente a criança e os pais devem entender a necessidade de se comer de forma equilibrada.

Se você quer educar o seu filho sobre uma alimentação saudável desde a infância, apresentando todos os tipos vegetais, frutas, cereais (grãos de preferência integrais) e muita variedade de cores, sabores e texturas, vão educar seu paladar lentamente. Obviamente, a dieta para a criança deve ser acompanhada de toda a família. Obviamente, ela sempre vai gostar. Mas quanto mais cedo você começar a educar nutricionalmente, mais fácil, então, ter uma dieta saudável e não sofrer com a obesidade.

Leia também: “Obesidade Infantil – Os Maiores Males da Obesidade Infantil“.

Se a criança já está um pouco acima do peso, você deve explicar as consequências que isso pode ter sobre sua saúde, no presente e futuro. Talvez neste momento eles não estejam conscientes da gravidade do assunto, mas é importante saber que não é bom para seu corpo, sua expectativa de vida e muitas outras coisas. Sem ser muito cruel, ou ferir seus sentimentos, porque eles também tendem a ser muito sensíveis sobre muitas destas questões, você deve abrir sobre o assunto de forma a convencê-lo, mas com respeito e carinho.

Ajude-o a ver o quão importante e divertido, pode ser tornar-se uma criança fisicamente ativa. Explique também o quão perigoso é ser sedentário, mesmo para eles que ainda são tão pequenos. Como são crianças, é muito mais fácil de se fazer um esporte. Incentive-os a praticar o seu jogo favorito, especialmente se for em comunidade, para entrar em relação com outras crianças. Isto não só irá ajudá-lo a perder ou manter o peso, mas também desempenha um papel integrador, em parceria com os outros.

Não é fácil ajudar uma criança a perder peso ou fazê-lo ver como pode ser prejudicial o excesso de gordura, mas com bons exemplos, você pode conseguir algo muito mais importante: fazer com o que os pequenos tenham uma dieta saudável desde a menor idade.