O consumo de suplementação com óleo de peixe durante a gravidez, ajuda à criança a desenvolver uma melhor coordenação visual-motora, de acordo com um estudo apresentado hoje com a publicação do British Medical Journal.

Especialistas da Escola de Pediatria e Saúde Infantil da Universidade da Austrália Ocidental, acompanharam a gravidez de 98 mulheres que tomaram os suplementos de quatro gramas de óleo de peixe ou azeite durante as últimas 20 semanas antes do parto.

Dois anos e meio depois, os especialistas fizeram vários testes de linguagem, comportamento, raciocínio e coordenação entre os olhos e os movimentos das mãos de 72 crianças, 33 das quais pertencem ao grupo de mães que consumiram óleo de peixe e 39 do mesmo tomaram azeite de oliva.

Os resultados, publicados na revista Archives of Disease in Childhood, indicam que as crianças do primeiro grupo tinham um nível mais alto de compreensão, vocabulário e construção de frase.

Esses resultados se mantiveram mesmo quando os pesquisadores levaram em conta outros fatores, como idade da mãe ou se as crianças tinham sido ou não amamentadas.

“Os suplementos de óleo de peixe durante a gravidez são seguros para o feto e a criança tem melhoras na coordenação entre a visão e o movimento da mão”, dizem os autores do estudo, que recomendam mais experiências para desenvolver o tema.