Todos os dias a pele entra em contato com muitas substâncias, na maioria dos casos, sem que ocorra nenhum problema. No entanto, em outras ocasiões, se produzem reações cutâneas irritativas ou defensivas, de maior ou menor intensidade e duração.

Esta situação é chamada de dermatite de contato que se manifesta com erupções cutâneas superficiais que veem acompanhadas de comichão, vermelhidão, crostas e áreas de espessamento da pele, escamas e até bolhas.

Existem dois tipos básicos de dermatite de contato: a irritativa e a alérgica. No caso da irritativa, a mais frequente, a pessoa sensível tem um contato com uma substância que lhe causa um dano direto, uma irritação local rápida na área de contato, assim como ao redor da mesma. Quanto à alérgica, envolve mecanismos imunológicos sensibilizados em contatos prévios.

A dermatite de contato geralmente afeta as mãos e os braços, embora possa se apresentar em qualquer parte do corpo, como o pescoço, ao redor do cabelo e atrás das orelhas, pálpebras, axilas, genitais, pés, etc.

As substâncias que mais causam dermatite de contato são:

  • Detergentes e sabões fortes.
  • Níquel: em joias (bijuterias), fechos de relógios, botões, fivelas, zíperes, colchetes, tesouras, moedas, etc.
    Remédios Caseiros Para Dermatite de Contato
  • Cromo: na indústria de aço, têxteis, fotografia, metalurgia e cimento.
  • Mercúrio: desinfetantes, próteses dentárias antigas, soluções para lentes de contato.
  • Látex: luvas, preservativos, pneus, balões infláveis, brinquedos, chupetas, ataduras elásticas, fitas adesivas, ataduras, sondas.
  • Cosméticos: esmalte de unhas, sombra de olhos ou cremes com lanolina.
  • Perfumes e fragrâncias.
  • Papel de jornal.
  • Plantas: Fito-foto-dermatite.

Leia também: “Como Tratar a Dermatite“.

Existe uma dermatite de contato relacionada com a ocupação (dermatite ocupacional ou profissional) que costuma afetar as pessoas que estão expostas durante anos, por motivos de trabalho, a uma substância desencadeante como produtos químicos de limpeza, tintas, entre outros.

Remédios Caseiros Para Dermatite de Contato:

  • Coloque 250 gramas de confrei seco em meio litro de óleo de girassol e aqueça em banho Maria de água durante 2 horas. Coe a mistura e armazene o líquido em um frasco de vidro opaco com tampa hermética. Aplique sobre a pele quando aparecer à dermatite de contato.
  • Despeje um punhado da planta dente de leão em 1 litro de água que está fervendo. Tampe, deixe esfriar e coe. Embeba um pano de algodão com esta infusão e coloque nas zonas afetadas durante alguns minutos.
  • Coloque 250 gramas de banana maior seca em meio litro de óleo de girassol e aqueça em banho Maria durante 3 horas. Coe a mistura e guarde esta preparação em um frasco de vidro que tenha fecho hermético. Diante dos primeiros sintomas da dermatite de contato (coceira ou ardência) aplique sobre a pele.
  • Despeje um punhado de folhas secas de malva em meio litro de água que está fervendo. Cubra e deixe esfriar. Molhe um pano com esta preparação e aplique, como uma compressa fria sobre a pele.
  • Ferva um punhado de tomilho em um litro de água durante 10 minutos. Retire do fogo e, com este líquido, faça lavagens na pele, especialmente se você encontra bolhas, já que o tomilho possui propriedades antissépticas impedindo que se infectem.
  • Ferva, por 10 minutos, 100 gramas de folhas e flores de verbasco em 1 litro de água e filtre. Em seguida, aplique esta infusão, mediante compressas de gaze, sobre a área afetada.
  • Misture, em partes iguais, saponária, vidoeiro e dente de leão. Extraia 1 colher de sopa desta mistura e despeje em uma xícara de água que está fervendo. Tome 3 xícaras por dia. Use, também, como loção para lavar a área afetada.
  • Misture, em partes iguais, urtiga maior, alecrim e dente de leão. Tome 3 xícaras por dia.

Leia também: “Dermatite Atópica: Sintomas e Tratamentos”.

  • Despeje 1 colher de sopa de flores de calêndula em uma xícara de água que está fervendo. Coe, tampe e deixe esfriar. Coloque um pano embebido com esta infusão, na área afetada para reduzir a inflamação e coceira.
  • Cozinhe ½ – 1 kg de flores de camomila em 5 litros de água e deixe descansar durante 30 minutos. Coe e adicione ao banho. Entre e permaneça por 15 minutos. Este remédio resulta ideal nos casos em que a dermatite ocupa grandes áreas da pele.
  • Lave a roupa, como de costume e centrifugue. Em seguida, coloque as roupas de molho (por exemplo, na banheira) durante meio dia em água misturada com vinagre de maçã (dois litros de vinagre para cada dez de água). Em seguida, pendure a roupa, sem centrifugar. Quando as roupas estiverem secas, não terão cheiro de vinagre e também não criarão o problema de dermatite causada por sabonetes, alvejantes ou detergentes.

Recomendações: Detectar a substância que provoca a dermatite de contato e evitá-la em casa e no trabalho. Consumir alimentos ricos em vitaminas C, B, E e A, e zinco já que foi comprovado que sua ingestão ajuda no tratamento das alergias pelo contato.

Use produtos hidratantes e cremes hipoalergênicos para proteger a pele da água, do clima e das situações difíceis. Evite a água quente e, em vez disso, use água fresca para tomar banho e lavar os pratos.

Manipule com cuidado os alimentos, como laranjas, limões e pimentas, já que pode produzir uma sensação de queimação na área da pele afetada. Utilize sabonetes biológicos sem químicos para lavar os pratos.

Recomendações no Caso de Sofrer Dermatite Pelo Contato Com o Látex: Não use luvas, preservativos ou balões de látex, se você sofre deste tipo de dermatite. Desconfie de qualquer produto elástico, especialmente se suas paredes são finas.

Tome medidas preventivas, se você tem dermatite de contato ao látex, principalmente antes, durante e após a operação, já que existem muitos produtos médicos para intervenções cirúrgicas que são elaborados com este material.