Aumento De Mama: Implantes Salinos Ou De Silicone?

Se você estiver considerando fazer uma cirurgia para aumentar o tamanho dos seus seios, provavelmente terá que escolher entre os implantes salinos e os implantes de gel de silicone. Em Saúde Dicas te contamos quais são as diferenças entre os dois implantes e te ajudamos a esclarecer algumas dúvidas para que você possa tomar uma decisão informada. Afinal, mudar a forma dos seus seios não é uma decisão que deve ser tomada de ânimo leve.

Enquanto a investigação continua, até agora, existem apenas duas opções se você deseja aumentar o tamanho dos seus seios utilizando implantes de mama: que são os implantes de gel de silicone e os implantes de solução salina.

Diferenças entre o silicone e o líquido salino:

Como os seus nomes sugerem, são feitos de materiais diferentes. Os implantes de silicone consistem em uma concha de silicone preenchida previamente com gel de silicone. Os implantes salinos também têm uma concha de silicone, mas a diferença está no fato de que é preenchida com solução salina (água salgada) durante a cirurgia de aumento de mama.

Aumento de Mama: Implantes Salinos ou de Silicone?

Além disso, os materiais fazem com que os implantes sejam sentidos de forma diferente. Enquanto o líquido salino não é compressível e dá uma consistência mais firme aos seios, o gel de silicone é viscoso e espesso, e imita a gordura corporal fazendo com que os seios se vejam e se sintam mais naturais.

Limites de idade:

Ao usar os implantes mamários por razões estéticas, existe um limite de idade. Para os de silicone, o indicado é que você deve ter 22 anos ou mais; e para os de solução salina, é necessário ter pelo menos 18 anos. Por quê? Primeiro, porque antes dessa idade os tecidos mamários ainda estão em desenvolvimento. E segundo, porque a Food and Drug Administration (FDA por sua sigla em Inglês) queria garantir que as pacientes tivessem uma idade que considera adequada para tomar uma decisão responsável e bem informada. No Brasil precisa ter mais que 18 anos.

Riscos dos implantes mamários:

Em termos gerais, os dois implantes mamários têm os mesmos riscos: ruptura, infecção, dor, problemas para amamentar e contratura capsular (tecido de cicatrização endurecido ao redor do implante), entre outros. Além disso, ambos duram, em média, 10 anos, e quando se completa esse tempo é possível que você precise de uma nova cirurgia para substituí-los ou removê-los por razões estéticas ou porque se rompem.

Leia também: "Ruptura dos Implantes Mamários, Causas e Sintomas".

Mas, além dos riscos comuns, a segurança dos implantes de silicone nos seios tem sido fortemente questionada. Em 1992, a FDA proibiu sua comercialização porque temia que pudessem causar problemas imunológicos ou doenças do tecido conjuntivo, como artrite reumatoide e a esclerodermia, particularmente quando se rompem. No entanto, em 2006, a FDA permitiu a sua venda novamente, pois não pode comprovar esses medos. No entanto, as investigações continuam, os implantes de silicone permanecem sendo questionados publicamente e alguns cirurgiões plásticos preferem os implantes salinos.

Outra coisa que você deve levar em conta é que, em alguns casos, os implantes podem reduzir a visibilidade das mamografias e, assim, reduzir suas opções para a detecção precoce do câncer de mama.

E se os implantes romperem?

Quando um implante salino se rompe, se nota imediatamente, uma vez que se esvazia e muda de forma enquanto o líquido sai da concha de silicone.

Quando se rompe um implante de silicone, o gel também sai por fora da concha, mas não é tão fácil de detectar. Por isso, quando você tem implantes de silicone nos seios, alguns médicos recomendam que você faça um estudo de ressonância magnética (MRI) a cada dois ou três anos. Este estudo, se não existe uma suspeita muito alta de ruptura, às vezes o seguro médico não cobre.

Aparentemente, a ruptura dos implantes de seios ou mamários não implica riscos graves para a sua saúde. A solução salina, por exemplo, é absorvida pelo corpo rapidamente, sem causar problemas (é água salgada). O gel de silicone é um pouco mais difícil de eliminar. No entanto, em qualquer caso, você necessitará de uma cirurgia para remover o implante e a substância que se espalhou.

Qual você deve escolher?

A decisão final depende de você. Consulte o seu cirurgião plástico antes de tomar a decisão sobre qual é o melhor implante mamário para você, ele ou ela poderá te aconselhar sobre o seu caso particular, já que a sua anatomia também influencia nos resultados. Se necessário, peça uma segunda opinião.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto