A mamoplastia ou aumento de mama é uma das operações mais solicitadas atualmente. Trata-se de uma intervenção estética, que pode ser realizada com diferentes técnicas, e cuja finalidade é aumentar a mama e melhorar a autoestima do paciente. Isso nos proporciona algumas importantes vantagens, embora também alguns riscos devam ser considerados.

Benefícios da operação de implante de mama:

O principal benefício desta operação de implante de mama é que com ela as mulheres que não estão insatisfeitas com o tamanho dos seus seios podem aumentá-los e se sentir melhor com a sua aparência. Desta forma, aumentam a sua autoconfiança e melhoram sua qualidade de vida. Este é realmente o principal objetivo desta intervenção cirúrgica.

Outra de suas grandes vantagens é que os avanços médicos atuais permitem realizar essa intervenção sem deixar cicatriz. Anteriormente o aumento do seio significava marcas muito visíveis, mas agora existem diferentes técnicas que localizam essa cicatriz em áreas muito discretas, como o vinco sob o peito. Além disso, esta cicatriz é quase invisível.

Por outro lado, esta operação de aumento de mama é uma operação simples que não costuma causar grandes problemas. Atualmente os implantes mamários são inseridos de maneira segura e simples, embora o processo necessite de anestesia geral e alguns dias de internação hospitalar.

Implantes Mamários: Vantagens e Riscos

Também devemos saber que, ao contrário do que se acreditava anteriormente, os implantes mamários não aumentam o risco de sofrer câncer, e nos permite amamentar com total normalidade, já que a intervenção não afeta em absoluto as glândulas mamárias. Outro falso mito é que, após esta cirurgia, a sensibilidade na área é perdida.

Riscos da operação de aumento de mama:

Quanto aos riscos da cirurgia de aumento de mama, podemos encontrar os problemas próprios de qualquer operação, como infecções ou hematomas, embora sejam poucos frequentes. O maior risco que podemos enfrentar é que o nosso corpo rejeite os implantes, porque assim seria necessário removê-los imediatamente.

Independentemente disso, existem situações em que os implantes podem sofrer danos, se romperem ou se movimentarem do local. Por exemplo, um golpe forte provocado por um acidente de trânsito causa este tipo de problemas.

Por outro lado, diz-se que é necessário substituir os implantes a cada 12 ou 15 anos, mas realmente não tem porque ser assim. A verdade é que o fabricante oferece uma garantia de um tempo determinado, mas isso não significa que seja necessário substituí-los nesse momento. O mais comum é que não seja necessário substituí-los a menos que sejam detectados problemas, embora seja altamente recomendável realizar revisões anuais.

Quanto pós-operatório exige pelo menos 24 horas de internação e alguns meses de recuperação. Durante o primeiro é preciso evitar o sol e sentiremos algum desconforto, e, inicialmente, o seio terá um aspecto artificial, mas, com o tempo, desaparecerá a inflamação e o resultado será mais natural. De qualquer forma, o peito atinge o seu aspecto definitivo em 4 ou 6 meses.

Para mais obter mais informações sobre este tipo de intervenção, recomendamos a leitura do nosso artigo: Cirurgia de aumento de mama.