A ruptura dos implantes mamários é algo que não acontece com frequência, na maioria dos casos pode ser causada por acidentes onde existe um forte traumatismo no tórax, mas existem outras razões:

  • Lesões que ocorreram por causa de instrumentos cirúrgicos.
  • Uma manipulação excessiva durante a cirurgia.
  • Excesso de compressão durante a mamografia.
  • Traumatismos na mama ou forte pressão física.
  • Contratura capsular grave.
  • Empilhamento dos implantes.
  • Desgaste do implante.

Os implantes mamários de solução salina que se rompem desinflam com muita rapidez, em apenas um ou dois dias, a solução salina penetra no corpo e é absorvida sem causar problemas de saúde.

No caso de que o implante seja de gel de silicone, este ao se romper permanece na sua totalidade dentro da cápsula e ao redor do implante, apenas em casos muito graves, é que o encapsulamento que o corpo mesmo formou em torno da prótese se rompe e o conteúdo entre em contato com a mama. Mas atualmente, graças ao fato de foram desenvolvidos os implantes de gel coesivo, a passagem do conteúdo da prótese para a mama não absolutamente frequente.

Cabe destacar que quando se rompe um implante mamário de silicone pode não ser perceptível, porque o gel é tão espesso que pode se manter dentro do mesmo, ainda mesmo depois que se rompeu ou se infiltrar lentamente na mama.

Ruptura dos Implantes Mamários: Causas e Sintomas

Os vazamentos de implantes de silicone são classificados em três categorias:

  • Intracapsular: o gel permanece no interior da cápsula em torno do implante.
  • Extracapsular: quando o gel vaza para o tecido mamário no exterior da cápsula.
  • Migratório: quando o gel de silicone chega a outras áreas do corpo.

Quando se rompe uma prótese mamária se experimentam os seguintes sintomas:

  • Diminuição do tamanho da mama.
  • Deformidade no contorno da mama.
  • Nódulos na mama.
  • Assimetria.
  • Dor.

Muitas vezes, o exame clínico não é suficiente para detectar a ruptura do implante, para isso no caso de suspeitar que ocorreu uma saída do mesmo da prótese se utiliza a mamografia, ultrassonografia, tomografia axial computadorizada ou ressonância magnética nuclear. Sempre que você suspeitar de uma ruptura do implante é preciso contatar o cirurgião plástico para que faça a substituição imediatamente. As intervenções nestes casos são simples e são feitas com anestesia local em um curto espaço de tempo.