Os radicais livres são moléculas tipicamente tóxicas que produz o nosso organismo no processo de oxidação. Por outro lado, os antioxidantes são responsáveis ​​por impedir que esses radicais livres destruam o nosso corpo rapidamente.

No entanto, devemos levar em conta que os radicais livres também são importantes, pois são utilizados ​​por nosso sistema imunológico para atacar e matar agentes patogênicos.

Como sempre acontece na área da saúde, é encontrar certo equilíbrio entre a quantidade correta de radicais livres e a quantidade necessária de antioxidantes para mantê-los sob controle. Quando e rompe esse equilíbrio, é quando você pode começar a sofrer doenças. Se os radicais livres superam em número os antioxidantes, surge o que e denomina estresse oxidativo, que é a causa de muitas doenças: aterosclerose, doença de Parkinson, periodontite, doença de Alzheimer, encefalopatia miálgica, sensibilidade química múltipla, e também é um importante fator de envelhecimento.

O Que Saber Sobre os Radicais Livres e os Antioxidantes?

Para conhecer alguns detalhes sobre os radicais livres e os antioxidantes, tem que considerar os seguintes pontos principais:

Fatores Que Favorecem a Formação Excessiva de Radicais Livres

Diferentes fatores e os maus hábitos de vida promovem essa formação excessiva de radicais livres e, portanto, do estresse oxidativo:

  • A poluição do ar que respiramos.
  • O tabaco.
  • O consumo de álcool.
  • Toxinas.
  • Os elevados níveis de açúcar no sangue.
  • A ingestão de grandes quantidades de ácidos graxos poli-insaturados.
  • A radiação, incluindo a exposição excessiva ao sol.
  • Infecções por bactérias, fungos ou vírus.
  • O consumo excessivo de minerais como ferro, magnésio, cobre ou zinco.
  • Pouco oxigênio no corpo.
  • O excesso de oxigênio no corpo
  • O exercício intenso e prolongado, que provoca danos nos tecidos.
  • O consumo excessivo de antioxidantes, tais como as vitaminas C e E.
  • Déficit de antioxidantes.

Quando se prolonga no tempo o estresse oxidativo, se produz um significativo aumento do risco de sofrer doenças, como determinados tipos de câncer e doenças cardiovasculares. Também se acredita que contribui para o processo de envelhecimento.

Em poucas palavras, o corpo precisa manter um equilíbrio entre os radicais livres e os antioxidantes. Para isso, é importante evitar os anteriormente mencionados fatores que provocam um excesso de radicais livres no nosso organismo. Caso contrário, estaremos favorecendo que o equilíbrio seja alterado, o que terá todos os tipos de efeitos negativos sobre a nossa saúde.

Os Antioxidantes se Encontram em Todos os Tipos de Alimentos

Como podemos ver, os antioxidantes são essenciais para a sobrevivência de todos os seres vivos. Embora o próprio corpo humano produza seus próprios antioxidantes, quase todos os obtemos dos alimentos que consumimos.

Todas as plantas, animais e outras formas de vida têm suas próprias defesas contra a ação dos radicais livres e o dano oxidativo causado ​​por eles. Por isso, os antioxidantes se encontram em quase todos os alimentos de origem vegetal e animal.

Obter estes antioxidantes dos alimentos é essencial. Além disso, nossa vida depende do consumo de determinados antioxidantes - vitaminas C e E. Na verdade, grande parte dos benefícios associados a dietas ricas em plantas é, principalmente, pela ampla variedade de antioxidantes que proporcionam.

As carnes e os peixes também contêm antioxidantes, mas em quantidades muito pequenas em relação ao que encontramos nas frutas e verduras. Também existem outras importantes fontes de antioxidantes: chá verde, café e chocolate preto.

Para mais informações, sugerimos que você leia nosso artigo "Os Melhores Antioxidantes Naturais – Frutas Antioxidantes".

O que acha sobre esta informação para saber o que são antioxidantes e radicais livres?