Possíveis Complicações Do Aumento Dos Seios

O aumento dos seios requer uma intervenção cirúrgica e, como tal, envolve possíveis riscos que toda paciente deve conhecer.

Existem dois tipos de riscos, alguns que podem aparecer enquanto a intervenção está ocorrendo e outros posteriores à cirurgia, em um tempo imediato ou distante.

Neste artigo, vamos conhecer quais são as possíveis complicações que podem surgir durante e após um aumento de seios com implantes mamários, para que você possa ter a absoluta segurança de que está tomando a decisão correta.

Possíveis Complicações do Aumento dos Seios

Riscos Imediatos do Aumento de Seios

Reações Alérgicas ao Material Cirúrgico

Este é um risco extremamente raro, a possibilidade de que uma pessoa seja alérgica ao material cirúrgico é quase nula, mas nem por isso impossível.

É possível apresentar uma alergia a:

  • Material de sutura.
  • Fita adesiva.
  • Material de curativo.

Trombose

É o aparecimento durante a cirurgia de veias trombosadas ou com coágulos, trata-se de uma complicação bastante infrequente que é solucionada sem dificuldade pelo corpo médico presente.

Leia também: "Cirurgia de Aumento da Mama".

Complicações Posteriores ao Aumento de Seios

Hematomas

É um efeito colateral comum e normal, deve-se a um grande acúmulo de sangue na região dos seios que desaparece depois de alguns poucos dias. Apenas em casos excepcionais é necessário drenar.

Para evitar o aparecimento de hematomas e favorecer a coagulação adequada, o paciente deve evitar tomar aspirina ou anticoagulantes durante os 15 dias anteriores à cirurgia.

Infecções

Toda cirurgia envolve um risco de infecção. Os sintomas são febre e inflamação na área envolvida, é importante consultar o médico para que indique antibióticos.

Muito raramente é necessário remover a prótese para acabar com a infecção, isto é, sempre e quando o paciente faça os controles pertinentes pós-cirúrgicos.

Seromas

Um seroma é um acúmulo de líquido ao redor das próteses mamárias, normalmente desaparece sozinho, já que o corpo o reabsorve. Muitos cirurgiões optam por colocar a drenagem nas mamas durante um par de dias, para que o líquido seja drenado mais rapidamente.

Cicatrizes

Dependendo do tipo de cicatrização de cada mulher podem ficar marcas mais ou menos visíveis nos seios. Também depende muito dos cuidados que a paciente teve durante os primeiros dias do pós-operatório.

Contratura Capsular

Enquanto o organismo sempre vai envolver qualquer elemento estranho que entra no corpo, a fim de isolá-lo e evitar possíveis infecções, nos casos de contratura capsular da mama, a cápsula se contrai e comprime a prótese endurecendo-a, deformando e gerando muita dor para a mulher.

Felizmente, é uma complicação pouco frequente devido ao fato de que as próteses de mama são desenvolvidas com materiais de última geração e são implementadas as melhores técnicas durante a cirurgia.

Ruptura dos Implantes

É uma complicação bastante rara atualmente graças ao fato de que as próteses são elaboradas com um gel de silicone de alta coesividade, além disso as empresas que fabricam os implantes oferecem garantia de substituição e a compensação financeira se chegar a acontecer nos primeiros dez anos.

A cápsula com a qual o corpo envolve a prótese evita que o seu conteúdo escape para o organismo, mas se filtrar imediatamente, mais tecido é gerado para interromper o vazamento, causando áreas duras no seio, perceptíveis e dolorosas.

Efeito de Ondulação

É uma complicação que afeta a estética do seio, não gera problemas de saúde. Trata-se de ondulações ou dobras que aparecem na superfície da pele da mama, podem ser visíveis ou apenas palpáveis.

As áreas onde são mais notáveis é na parte externa lateral da mama e na do decote, especialmente quando a mulher se inclina para frente.

Para mais informações sobre o assunto, não deixe de conferir o nosso artigo "Implantes Mamários: Vantagens e Riscos".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Confira Mais Sobre Esse Assuto