Existem vários fatores que fazem com que a derme não pareça boa em aparência. Sem luz, com cor opaca, desidratada, mais sensível e até mesmo com grãos, são alguns dos sintomas mais comuns que nos alertam sobre o estresse que pode estar sofrendo. Quer se trate de mudanças ou problemas internos (como o estado de ânimo) ou por fatores totalmente externos (como a poluição), existem várias razões que nos afetam neste nível, mas que também tem solução.

A pele do rosto mostra tudo o que nos acontece em nível emocional e não há maneira de ocultar isso que acontece. Se nós estamos cansadas, exigidas, doentes, tudo se mostra. E inclusive isso se torna mais complexo quando o externo ao nosso corpo se faz presente como a radiação solar, poluição, calor extremo, álcool, fumar ou má alimentação, tudo isso funciona como um agressor cutâneo.

Se começamos a perceber que a nossa pele se desidratada muito fácil, descama, não brilha ou começa a se mostrar avermelhada, isso é um alerta de que a derme está estressada e necessita urgentemente de um mimo para voltar ao seu melhor estado. Se não prestarmos atenção a esses sinais, o envelhecimento prematuro está ao virar da esquina. A seguir propomos uma série de complicações que podem aparecer para estarmos bem alertas.

Sinais Para Identificar Uma Pele Estressada e Como Reconstituí-la

Acne: existe mais sebo na pele e os poros se obstruem. Certamente essa inflamação é uma resposta diante do estresse ou alterações hormonais fortes.

Vermelhidão extrema: a pele se inflama e se torna vermelha em alguns setores sensíveis, como a testa, as bochechas, o nariz ou a pera.

Leia também: “Tipos de Tônico Mais Adequados Para a Pele“.

Descamação: em casos muito avançados pode derivar em uma psoríase com muito ardor e prurido. Esta é uma resposta do sistema imunológico que se tornou muito enfraquecido e requer atenção médica imediata.

Dermatite: tipicamente desenvolvida em pessoas muito nervosas e se manifesta com uma erupção cutânea que fica vermelha, coça e arde.

Perda de luminosidade: se o rosto se vê acinzentado, com os poros dilatados e a pele muito afinada, isso é um claro sintoma de que o ambiente que nos rodeia é tóxico para a pele.

Estes típicos sinais requerem de diagnóstico e acompanhamento de um profissional da pele, quem prescreverá a fórmula mais adequada para tratar o problema. Mas antes das primeiras aparições, o mais recomendável é usar cremes calmantes para peles sensíveis, produtos descongestionantes e loções que relaxem a pele. Os ativos naturais como aloe vera e camomila descongestionam e refrescam. Além disso, o uso constante de água termal reduz a ardência. Nunca devemos abusar dos produtos com uma grande quantidade de álcool e fragrâncias, é preferível optar pelos cosméticos para peles sensíveis.

Além do tratamento médico e cosmético para evitar o estresse existem certas rotinas que nos ajudam como a atividade física, a oxigenação do corpo, e as atividades de relaxamento, como yoga. Em seguida, sempre siga uma rotina de limpeza e purificação da pele com removedor de maquiagem e esfoliantes que ajudam a desintoxicar a pele. O descanso, a hidratação e a alimentação saudável também são dois pilares fundamentais.